A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 15 de Agosto de 2018

28/04/2016 12:35

Com privada e bandeira, protesto solitário rouba a cena em avenida

Aline dos Santos
Privada foi parar em canteiro da Duque de Caxias no protesto de Joaquim Duran. (Foto: Alcides Neto)Privada foi parar em canteiro da Duque de Caxias no protesto de Joaquim Duran. (Foto: Alcides Neto)

Com privada, cartaz e bandeira do Brasil, um inusitado protesto solitário surpreendeu quem passou pela avenida Duque de Caxias, em frente ao CMO (Comando Militar do Oeste), em Campo Grande, nesta quinta-feira (dia 28). O responsável pela cena foi Joaquim Duran, 56 anos.

“Estou pedindo apoio do Exército na atual situação política do Brasil. Vim fazer uma manifestação solitária por causa do circo em Brasília”, afirma. Segundo ele, a solução para o País não está nem na presidente Dilma Rousseff (PT), que enfrenta processo de impeachment, nem no vice Michel Temer (PMDB).

Apesar do cartaz dizer que não “haverá parto sem dor”, Joaquim afirma que não defende uma intervenção armada, mas espera que o Exército atue de “forma colegiada”.

Com a bandeira brasileira nas mãos, ele relata que encontrou a privada por aí e só não fez o protesto sentado porque não conseguiu uma roupa de presidiário para vestir. Sobre a reação das pessoas Joaquim diz que muitos buzinaram, tiraram foto e apenas um mandou ele ir trabalhar. “E isso vou fazer agora”, diz Joaquim, que é comerciante.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions