A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 10 de Dezembro de 2017

21/05/2012 20:43

Com sintomas de gripe, pacientes lotam Postos de Saúde de Campo Grande

Mariana Lopes

Na Capital também foi registrado o primeiro caso de suspeita de H1N1 deste ano

Corredor do Posto de Saúde Tiradentes (Foto: João Garrigó)Corredor do Posto de Saúde Tiradentes (Foto: João Garrigó)

Nos Postos de Saúde de Campo Grande, não é difícil encontrar casos de pessoas com sintomas de gripe. O vírus tem derrubado muita gente, independentemente da idade.

No posto do bairro Guanandi, Constância Flores, 73 anos, aguardava atendimento no banco. Ela mora em uma chácara próximo a Jaraguari e conta que está gripada há uma semana.

Para aliviar os sintomas, ficou à base de chá, mas como piorou, ela resolveu procurar o médico. “Agora quero sair daqui com a bolsa cheia de remédios. Para ver se fico boa logo”, comenta a senhora.

Ao lado de Constância, a auxiliar de serviços gerais Valéria Cristina Ferreira, 39 anos, também aguarda atendimento, mas para a filha, de 11 anos. Segundo ela, em casa todos já pegaram gripe.

“Na semana passada era eu, e minha mãe e minha outra filha, de 16 anos, também estão com sintomas”, conta. Ela reclama também do atendimento do Posto de Saúde. “Quando eu estava ruim, vim aqui e tive que esperar três horas para ser atendida, só quero ver hoje”, diz.

No Posto de Saúde do Tiradentes a situação é bem semelhante. Praticamente todas as cadeiras ocupadas com pacientes esperando por consulta. Deitado no colo da mãe, Kristian Oliveira Caldeira, 18 anos, também está com sintomas de gripe há uma semana.

“Ele é difícil de ficar doente, se alimenta bem, bebe muita água, faz exercício físico, mas o vírus veio com tudo”, conta a mãe, Ceila Francisca Rodrigues de Oliveira, 42 anos.

Em uma das salas, a filha de Mayke Wellington Arimos de Mello Lopes, 23 anos, se preparava para fazer inalação. “Todo inverno ela fica doente”, diz o pai da menina de 3 anos.

Dona Constância conta que está gripada há uma semana (Foto: João Garrigó)Dona Constância conta que está gripada há uma semana (Foto: João Garrigó)
Gripado, Kristian aguarda atendimento no colo da mãe (Foto: João Garrigó)Gripado, Kristian aguarda atendimento no colo da mãe (Foto: João Garrigó)

H1N1 - Este ano, a Secretaria Municipal de Saúde registrou a primeira suspeita do vírus H1N1. Um homem de 28 anos está internado na Santa Casa em estado grave de pneumonia e passou por exames na última sexta-feira (18), para verificar a suspeita.

Ele está isolado no CTI (Centro de terapia Intensivo) do hospital, e também recebeu medicação contra o vírus.

De acordo com a assessoria de imprensa da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), que confirmou o caso, o laboratório tem o prazo de 10 dias para entregar o resultado do exame.

Vacinação - A campanha nacional de vacinação contra a gripe vai até a próxima sexta-feira (25). Segundo Ministério da Saúde, a meta é vacinar 80% do público-alvo, sendo idosos a partir dos 60 anos, trabalhadores de saúde, crianças entre seis meses e menores de dois anos, gestantes em qualquer fase da gravidez e povos indígenas.

Até a manhã desta segunda-feira (21), foram vacinadas 13,5 milhões de pessoas, o que representa 44,87% dos 30,1 milhões de pessoas do grupo prioritário. No Centro-Oeste, foram vacinadas 983,9 mil pessoas, ou 48,94% do público-alvo.

Durante discussão, adolescente de 17 anos é esfaqueado pelo amigo
Um jovem de 17 anos foi levado em estado grave para a Santa Casa após ser esfaqueado na noite deste sábado, na frente da casa em que mora no Bairro G...
Após furtar obra, ladrão é capturado por moradores e ferido a tiros
Marcio Estacio Duarte Teixeira, de 31 anos, foi socorrido a Santa Casa de Campo Grande após ser atingido por dois tiros na madrugada deste domingo (1...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions