A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

07/12/2015 13:04

Com vida definida aos 19, morta em colisão ia se casar e concluir faculdade

Luana Rodrigues
Wiwiany era chamada de bonequinha pelos amigos e familiares. (Foto: Reprodução/Facebook)Wiwiany era chamada de "bonequinha" pelos amigos e familiares. (Foto: Reprodução/Facebook)

"Uma menina que tinha muita vontade de viver e que sempre fez muitos planos", é assim que a estudante Wiwiany Barbosa de Andrade, é lembrada por amigos e familiares. Vítima de um trágico acidente, a jovem morreu um dia depois de completar de 19 anos e 26 dias antes de mudar de vida, já que tinha muitos planos para 2016.

"Começou a trabalhar comigo quando ainda tinha 17 anos, a função era  operadora de caixa. Na época em que fui contratar achei ela muito jovem, mas na entrevista ela me transmitiu ser uma pessoa muito responsável, ter muita determinação, muita vontade, por isso não tive dúvidas", conta Antônia Vitória da Cruz, 47, dona da loja em que Wiwiany trabalhava.

Wiwiany namorava há cinco anos e estava noiva, mas não pretendia se casar antes do término da faculdade de Estética e Cosmética, que começou no ano passado e tinha tudo a ver com a personalidade vaidosa que a moça carregava. "A vida dela era toda programadinha e eu já estava preocupada em perdê-la, porque sobia que ela havia conseguido um estágio na área e iria sair da loja no ano que vem", diz Antônia.

Menina de tudo, mas sempre muito empenhada, Wiwiany tirou habilitação em julho deste ano, e a conquista da moto era mais um orgulho para a família: "Agora sim!! Minha princesinha habilitada!!! Tão guerreira, tão esforçada!! Titia tá que não se aguenta de tanto orgulho!!", escreveu uma tia nas redes sociais.

Na página de Wiwiany na internet, inúmeras mensagens de carinho e homenagens demonstram a tristeza de todos que conheciam a moça, que era chamada pelos amigos de "bonequinha". "Triste é saber que você se foi, mas tenho certeza que você esta em lugar melhor, que Deus conforte nossos corações!", escreveu uma amiga.

Tragédia - Wiwiany morreu na manhã deste sábado(5), depois de bater a motocicleta biz que conduzia em um poste de energia elétrica na Avenida Gunter Hans, no Bairro Aero Rancho. Ela seguia em direção ao Centro da Capital, quando teria sido fechada por um veículo. Testemunhas disseram que ela estava em alta velocidade.

A batida foi tão forte que provocou rachaduras no poste e o capacete rachou na parte que prende à cabeça. As causas do acidente estão investigadas pela Polícia Civil, que vai requisitar imagens das câmeras de segurança dos imóveis próximos ao local, para verificar se outro veículo provocou a batida.

Segundo testemunhas, quando o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) chegou ao local do acidente, Wiwiany ainda estava viva. Foram feitas tentativas de reanimação, mas sem sucesso. "Vai deixar muita saudade, mas com certeza ela está num lugar muito bom, porque ela era uma pessoa fantástica", considera a chefe e amiga de Wiwiany.

Brinquedos feitos por detentos são doados para crianças em escola
Parceria feita entre a a Semed (Secretaria Municipal de Educação) e a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) garantiu ne...
Falta de pagamento faz prefeitura suspender hemogramas na rede pública
A falta de pagamento para um fornecedor de insumos fez com que a prefeitura de Campo Grande suspendesse a partir desta quarta-feira (13) a realização...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions