A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

02/06/2014 10:27

Como protesto, trabalhadores de terceirizada da Enersul paralisam atividades

Francisco Júnior
Trabalhadores durante protesto nesta manhã. (Foto: Divulgação)Trabalhadores durante protesto nesta manhã. (Foto: Divulgação)

Cerca de 150 funcionários da Reluz, empresa que presta serviço para a Enersul, paralisaram as atividades nesta segunda-feira (2) como forma de protesto.

Segundo Elvio Vargas, presidente da Sinergia/MS (Sindicato dos Trabalhadores da Indústria e Comércio de Energia), entidade que representa a categoria, a manifestação é devido ao atraso de salários, pelo não pagamento de FGTS e por conta do cancelamento do plano de saúde dos trabalhadores. “É apenas um protesto, é uma apenas um alerta, mas se a empresa não atender nossas reivindicações podemos votar por greve”, destacou o sindicalista.

Os trabalhadores estão reunidos em frente da sede da empresa na Vila Albuquerque.

A direção da empresa em Campo Grande negou que os salários estejam atrasados e que o FGTS dos trabalhadores está sendo depositado normalmente. A direção informou ainda que o plano de saúde não foi cancelado.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions