A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

16/08/2014 11:58

Criança de 5 anos provoca incêndio acidental e família perde tudo no Tijuca

Michel Faustino e Luciana Brazil
Móveis, eletrônicos e utensílios domésticos foram consumidos pelas chamas (foto: Simão Nogueira)Móveis, eletrônicos e utensílios domésticos foram consumidos pelas chamas (foto: Simão Nogueira)
Dona de casa lamenta tragédia (foto: Simão Nogueira)Dona de casa lamenta tragédia (foto: Simão Nogueira)

Um incêndio, provocado acidentalmente na manhã de hoje (16) por uma criança de cinco anos, tomou proporções descomunais e destruiu totalmente uma residência no Bairro Tijuca, saída para Sidrolândia. Todos os móveis da família foram consumidos pelas chamas.

Muito abalada, a dona de casa Franciskely Carola, 30 anos, contou que estava lavando roupas no fundo da casa momento em que sentiu um forte cheiro de queimado vindo do interior da residência. Ela relatou momentos de desespero. Só houve tempo de pegar o filho no colo e sair da casa antes que o fogo tomasse conta de tudo.

“Eu entrei e vi tudo pegando fogo. As chamas estavam no forro já. E meu filho, coitado, estava tentando apagar o incêndio com uma bacia”, relatou.

O menino confessou ter colocado fogo em um ursinho de pelúcia, que pertence a irmã, que mora com o pai em Glória de Dourados – a 265 quilômetros da Capital.

Franciskely afirmou que o fato foi um tragédia. Apesar do filho ser “muito arteiro”, ela nunca o deixa sozinho. Segundo a mãe, foram apenas minutos de distração que fizeram com que a família perdesse tudo.

“Eu estava lá no fundo lavando a roupa e ele estava comigo. Eu falei para ele não ficar perto da água e disse para ele brincar dentro de casa. Ele deve ter pego o isqueiro e o ursinho, na brincadeira acabou colocando fogo”, disse.

Apesar do susto, Franciskely e o filho não sofreram nenhum ferimento. Apenas uma mulher que mora ao lado da residencia, e tentou apagar as chamas com o auxilo de uma mangueira, teve que ser encaminhada para UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Bairro Universitário – para receber oxigênio, porque inalou uma quantidade significativa de fumaça.

De acordo com o tenente Corpo de Bombeiros, Reinaldo Costa de Almeida, toda a estrutura da casa ficou comprometida. A equipe precisou derrubar parte da parede da casa para que ela não desabasse. Segundo ele, foram utilizados cerca de 4 mil litros de água para controlar o acidente.

Águas Guariroba continua com campanha de renegociação de dívidas
Vai até o dia 29 deste mês a campanha "Fique em Dia", realizada pela Águas Guariroba para renegociar as dívidas que os consumidores têm com a empresa...
Prefeitura e TJ prorrogam renegociação de dívidas ajuizadas até 3ª
O programa de refinanciamento de dívidas da Prefeitura de Campo Grande foi prorrogado até o dia 19 de dezembro, a próxima terça-feira, no Centro de C...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions