ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEXTA  30    CAMPO GRANDE 

Capital

De bicicleta, Pedro chegou 2h antes para ser o primeiro a tomar vacina

Ansiedade é tanta que ele deixou o almoço de lado e aguardar unidade de saúde abrir e iniciar a vacinação

Por Alana Portela e Mariana Rodrigues | 30/03/2021 12:29
As portas da Unidade de Saúde da Família Dr. Edgar Pedro Raupp estava fechada abre a partir das 13h. (Foto: Kísie Ainoã)
As portas da Unidade de Saúde da Família Dr. Edgar Pedro Raupp estava fechada abre a partir das 13h. (Foto: Kísie Ainoã)

Quando o assunto é imunização os olhos do vendedor Pedro Raimundo Mariano, 66 anos, até brilham de alegria. “Cheguei às 10h30 para ser atendido para ser atendido logo, mas o posto abre às 13h”, disse todo ansioso.

Na manhã desta terça-feira (30), ele subiu em sua bicicleta e pedalou do bairro São Lourenço onde mora até o Arnaldo Estevão de Figueiredo. No local resolveu fazer ponto e cheio de expectativa, aguarda a porta da unidade se abrir e começar vacinação contra covid-19 nas pessoas de 66 anos, que iniciou hoje em Campo Grande.

“Ontem [29] estive no posto do Tirantes onde fui informado que a vacinação aconteceria nessa unidade. Mas, não sabia que a vacinação aqui iniciava às 13h”, explica Pedro sobre um dos motivos que também o fizeram chegar cedo no local.

Pedro Raimundo Mariano chegou cedo na unidade de saúde. (Foto: Kísie Ainoã)
Pedro Raimundo Mariano chegou cedo na unidade de saúde. (Foto: Kísie Ainoã)

Com a porta fechada, ele resolveu esperar sentado ao lado da unidade. A ansiedade é tanta que decidiu até deixar o almoço para depois.

“Vou ficar aguardando, nem vou almoçar porque estava esperando o dia de ser vacinado”, afirmou todo faceiro.

Quem também chegou cedo na unidade foi o engenheiro Sidney Lima Carvalho, 66 anos. Ele mora no Jardim Mansur e contou que escolheu o posto para evitar aglomeração. “Preferi esse por achar que estaria mais vazio, pois atende mais moradores do bairro”.

Sidney Lima de Carvalho também esteve na unidade de saúde. (Foto: Kísie Ainoã)
Sidney Lima de Carvalho também esteve na unidade de saúde. (Foto: Kísie Ainoã)

Assim como Pedro, ele chegou cedo por achar que a vacinação na unidade iniciava de manhã, como no drive thru do Aero Rancho. “Olhei no site da prefeitura, vi a relação das unidades, alguns tinham os horários. Mas, não informa o horário correto das vacinas nos postos dos bairros”.

Para provar que não está mentindo, Sidney pegou o celular e entrou no site oficial do município, mostrando a reportagem que o horário da campanha de vacinação da unidade não estava sendo informado.

Site da prefeitura com os endereços dos pontos de vacinaçao. (Foto: Kísie Ainoã)
Site da prefeitura com os endereços dos pontos de vacinaçao. (Foto: Kísie Ainoã)

Por ter chegado de carro no local duas horas antes do previsto, ele revolveu voltar para almoçar em casa, mas afirma no período da tarde, retorna à unidade sem falta. “Às 14h30 estarei aqui”.

Drive thru – A vacinação também é realizada no drive thru do Parque Ayrton Senna e começou bem cedo, às 7h30. No local tinha poucos carros em fila e várias pessoas contentes por finalmente terem chegado a sua vez.

Sônia Lorena foi de carro no drive thru do Parque Ayrton Senna. (Foto: Kísie Ainoã)
Sônia Lorena foi de carro no drive thru do Parque Ayrton Senna. (Foto: Kísie Ainoã)

“Tinha certeza que se a vacina chegaria. Não tem motivo para ter medo, é hora de ter esperança”, destacou a aposentada Sônia Lorena.

Feliz da vida, ela esteve no drive thru nesta manhã e contou que nem precisou aguardar muito para ser vacinada. “Estava bem tranquilo, até achei que estaria cheio por conta da faixa etária, mas me surpreendi”, brincou.

Já a aposentada Rosângela Falcão declarou que para conter a pandemia, não basta apenas a vacina. “Tem que manter os cuidados, usar máscara de proteção, passar álcool gel”.

Rosângela Falcão também foi tomar vacina. (Foto: Kísie Ainoã)
Rosângela Falcão também foi tomar vacina. (Foto: Kísie Ainoã)

Ela também não via a hora de ser imunizada e para aqueles que ainda não tomaram a dose, ela manda o recado. “Tem que se jogar na vacina”.

Vacinados – Somente nas duas primeiras horas de vacinação cerca de 350 pessoas foram imunizadas no Parque Ayrton Senna, segundo o coordenador do drive thru da covid no local, Manoel Roberto dos Santos.

Campo Grande tem 5.330 pessoas na faixa etária dos 66 anos, conforme levantamento da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde). Ontem (29), idosos a partir dos 67 anos puderam ser vacinados. A vacinação também aconteceu em pessoas com comorbidade e deficientes.

Mais jovens – Hoje a vacinação é voltada para idosos com 66 anos de idade. No entanto, a Sesau informa que para saber se pessoas abaixo dessa faixa etária serão imunizadas nessa semana depende da quantidade de vacinados nessa terça-feira.

O balanço poderá ser feito somento no final da tarde de hoje, após o encerramento da vacinação do público de 66 anos.

Balanço - No dia 26 de março Campo Grande recebeu cerca de 17 mil doses das vacinas Coronavac e Astrazeneca para dar prosseguimento a campanha de vacinação emergencial contra a covid-19.  Do dia 19 de janeiro até 29 de março, foram imunizadas 98.711 pessoas na Capital, sendo que 25.893 já receberam a segunda dose, totalizando 124.604 doses aplicadas, conforme dados parciais do “Vacinômetro“.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário