A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

16/02/2016 10:16

Defensoria apura falta de manutenção na Orla Morena e Parque do Segredo

Preocupação é com a proliferação do mosquito Aedes aegypiti

Mayara Bueno
Orla Morena, no Bairro Cabreúva, em Campo Grande. (Foto: Arquivo)Orla Morena, no Bairro Cabreúva, em Campo Grande. (Foto: Arquivo)

A Defensoria Pública Estadual abriu um procedimento para apurar denúncias de falta de manutenção no Parque Linear do Segredo e Orla Morena, em Campo Grande. O extrato da portaria foi publicada na edição desta terça-feira (16) do Diário Oficial do Estado.

De acordo com o defensor responsável pelo caso, Amarildo Cabral, a Defensoria recebeu reclamações de moradores que moram nos dois locais. O risco, segundo Amarildo, acontece em virtude da possibilidade de criadouro do mosquito Aedes aegypiti. A Orla Morena está localizada no Bairro Cabreúva e o Parque do Segredo fica na região norte da Capital.

A intenção é notificar o Executivo Municipal, ainda nesta manhã, para que em 10 dias o Executivo Municipal faça a limpeza dos dois locais. Ainda segundo o defensor, equipes fizeram visitas in loco e constataram mato e sujeira.

Desde o começo do ano, a DPE já recebeu pelo menos 100 denúncias de terrenos e parques sujos. A preocupação, segundo Cabral, é em relação a incidência de dengue – Estado e Prefeitura de Campo Grande já decretaram situação de emergência por conta de epidemia.

Caso o Executivo Municipal não cumpra a notificação, ela poderá ser acionada judicialmente. A assessoria de comunicação da Prefeitura de Campo Grande foi acionada, mas não respondeu até o fechamento e publicação deste texto.

Em janeiro deste ano, a DPE abriu um procedimento para apuração preliminar em desfavor dos donos e moradores que deixarem seus terrenos sujos. A intenção é acionar judicialmente quem mantiver os locais sujos. 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions