A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

23/11/2012 14:47

Defesa de assassino de estudantes tenta por ação em segredo de justiça

Luciana Brazil e Nadyenka Castro
Assassinos dos dois estudantes.Assassinos dos dois estudantes.

Um dos acusados de envolvimento no assassinato dos estudantes Breno Luigi Silvestrini de Araújo, 18 anos, e Leonardo Batista Fernandes, de 19 anos, mortos no dia 30 de agosto de 2012, solicitou que o processo corresse em segredo de justiça.

Rafael da Costa da Silva, 22 anos, apontado como chefe da quadrilha que sequestrou e matou os jovens, teve o pedido negado pela juíza Eucélia Cassal da 3° Vara Criminal. A decisão da juíza vai contra a determinação do MPE (Ministério Público Estadual) que havia concedido parecer favorável.

Apesar de negar o pedido de sigilo, a juíza solicitou que as informações do menor envolvido no caso fossem mantidas em segredo. O adolescente já foi condenado pela Vara da Infância.

Mesmo contendo informações do adolescente no processo, a juíza exigiu que o direito do menor fosse resguardado. “Contudo, deve ser assegurado o sigilo de dados quanto à cópia de feito do adolescente”.
A decisão foi divulgada no último dia 19, em um despacho da 3° Vara Criminal.

Exigindo prova testemunhal, Rafael arrolou três testemunhas e pediu o exame de insanidade mental. A mulher dele, Dayani Aguirre Clarindo, também envolvida no crime, pediu absolvição por falta de provas e disse ter confessado o crime sob tortura.

O pedido de exame de insanidade foi indeferido pela juíza, que ainda apontou cinco questões para que o perito Enver Merege Filho avalie. O MPE e a defesa também devem elaborar algumas questões que serão analisadas.
Outros dois envolvidos no assassinato, Raul de Andrade Pinto e Weverson Gonçalves Feitosa também pediram liberdade. Raul alegou que não existem provas contra ele e arrolou três testemunhas.

Weverson também disse ter confessado o crime sob tortura e arrolou três testemunhas que não moram em Campo Grande e serão ouvidas por carta precatória. Ele pediu o exame de insanidade mental. Já Edson Natalício de Oliveira Gomes também soliticitou prova testemunhal que o incriminassem.

Crime - Breno e Leonardo foram sequestrados logo após terem saído do Bar 21, no bairro Chácara Cachoeira.

Os criminosos levaram os rapazes para a saída de Sidrolândia. As margens da rodovia, os amigos foram agredidos e mortos. A quadrilha fugiu do local levando a camionete Pajero de propriedade do pai de Leonardo.

Como os estudantes não chegavam em casa, as famílias acionaram a Polícia. As primeiras prisões ocorreram em Corumbá, na fronteira com a Bolívia.

Com as declarações dos presos, a Polícia chegou até o local onde estavam os corpos das vítimas. O carro foi recuperado.

EMHA suspende atendimento ao público para capacitação de funcionários
O atendimento ao público será suspenso nesta sexta-feira (15) na EMHA (Agência Municipal de Habitação). Segundo a assessoria de comunicação da prefei...
Homem tem casa invadida, pula muro para fugir de ladrão e quebra o pé
Homem de 29 anos quebrou o pé após pular o muro do sobrado onde mora para fugir de ladrões, na noite de ontem (13), na Rua Canavieiras, na Vila Plana...


Que absurdo! alegam tortura. isso é vergonhoso. Mesmo os meninos implorando pela vida eles não tiveram pena, ceifaram a vida dos jovens que tinham tantos sonhos. Agora que justiça seja feita, bandido e mofar na Cadeia. Nós Sociedade devemos nos movimentar e clamar por Justiça.
 
vanessa silva em 24/11/2012 08:50:56
Essas acusações de que rafael e seu bando criminoso, e até sua mulherzinha daiana confessaram sob tortura, já é um uso antigo, quando os advogados não conseguem fazer a defesa dos seus matadores, dos seus clientes, de forma decente, honesta, profissional e no mínimo ética, partem pra esse lado, utilizando-se de artimanhas antigas pra defender os seus clientes. Espero que a juiza e o promotor continuem sábios para não ciarem nessas graças criminososas que esses advogados tentam fazer colocar e transformar os seus monstros em santos. Sejam honestos e profissionais seus advogados, defendam mas dentro da sabedoria profissional e não nas mentiras. Vocês tem famílias e tem muitos Rafael e seu bando criminoso por aí querendo sequestrar e matar seus filhos ou parentes, e quem sabe vocês mesmos
 
Aneli pereira em 24/11/2012 07:13:43
Como pessoas que cometeram tal ato,podem ter direito de defesa ,contra fato não há argumentos.............Prisão pertepua á pão e água pra eles...........
 
Valquiria Estival em 24/11/2012 07:12:03
Tadinho desse menor, ele foi coagido a cometer tal crime; vamos passar a mão na cabeça e fazer de conta que não aconteceu nada... Enquanto não diminuirmos a maioridade penal, assassinos covardes como esse de menoridade continuarão a perpetrar tais desgraças em nossas vidas! E não venham me dizer que a solução não é essa, que o certo é dar oportunidades aos jovens; se fosse assim, quantos assassinos teríamos na periferia de todas as cidades? CONGRESSO NACIONAL, LEGISLADORES, TRABALHEM, LEGISLEM EM PROL DA SOCIEDADE!!!
 
Carlos Renato Lopes em 23/11/2012 23:01:21
estou terminando meu curso de bacharel em Direito, e quando vejo esse tipo de coisa me pergunto? será mesmo que quero defender caras como esses??? mataram, se tivesse paenas roubado, nao seria tanto, mais mataram dois jovens, e agora os advogados instrui eles a pedir exame de insanidade, admiro a profissao mais sinceramente isso me causa nojo.
 
alex sousa em 23/11/2012 22:33:53
É de envergonhar o nosso M.P.E , conceder favorável ao pedido a BANDIDOS DE SANGUES FRIOS, para que o processo corresse em segredo de justiça, é uma vergonha é uma sensação de impunidade, parabéns a nossa grandiosa e adorada juíza Drª Eucélia Cassal, casos como estes não devem receber apoio do MPE, isso pque não foi com um de seus familiares, cadeia neles, nada de alisar cabeça de bandido, chega de impunidade, estamos cheios e saturados dessas historinhas q acabam em pizzas, cadeia neles !!
 
jose ajala em 23/11/2012 21:19:43
Muito engraçado, matão acaba com a vida de dois Jovens, roubam espancam depois dizem que confessarão sobre tortura, é para acabar mesmo pelo Amor de DEus, um bando que acabão com familias enteiras...merecem é prisão perpetua, ou PENA DE MORTE nem seredo de justiça tem direito, pois destruirão 2 idas, 2 familias que só DEUS pra confortar estes Pais... Espero que realmente a Justiça mude e seja Feita, a DEUS nã vai falhar um di com certeza as familias destes Meliantes vão sentir o que outras sentiro por eles..fora a do PILOTO que o Pai vem de ferias e leva o filho no caixão...depois dizem que foi sob tortura, a ta e o local que eles diseram que estava os corpos..foi o que um sonho que tiverão? Só falta agora os meninos virar Réus...Cadeia neles mesmo.
 
Danielle Vieira em 23/11/2012 17:24:54
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions