A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 26 de Setembro de 2018

13/12/2017 12:15

Demissão de professores gera protestos em faculdade da Capital

Em todo país Grupo Estácio demitiu 1,2 mil profissionais após reformas trabalhistas

Geisy Garnes
Alunos fecharam a Avenida Eduardo Elias Zahran (Foto: Direto das Ruas)Alunos fecharam a Avenida Eduardo Elias Zahran (Foto: Direto das Ruas)

As demissões de professores feitas pela faculdade Estácio de Sá, em Campo Grande, feita logo após as novas regras trabalhistas entrarem em vigor, está gerando protesto vindo de alunos. Um deles foi realizado na noite de ontem. Com cartazes nas mãos, os estudantes foram até a Avenida Eduardo Elias Zahran pedir a volta dos docentes.

Em todo o país, foram demitidos 1,2 mil profissionais da Estácio, logo após a reforma trabalhista entrar em vigor. Não foram divulgados dados locais. 

Em Campo Grande, os alunos reclamaram da maneira como os professores, a maior parte deles doutores, foram dispensados da faculdade, antes mesmo das bancas de avaliação dos trabalhos de conclusão de curso e das provas do fim do semestre.

Por causa disso, um grupo de alunos organizou a manifestação. De roupas pretas, simbolizando luto pelas demissões, e com cartazes pedindo a volta das professores, os estudantes fecharam a avenida.

Em nota, a universidade declarou que reorganização na base de docentes tem o objetivo de manter a sustentabilidade da instituição. “O processo envolveu o desligamento de profissionais da área de ensino do Grupo e o lançamento de um cadastro reserva de docentes para atender possíveis demandas nos próximos semestres, de acordo com as evoluções curriculares”.

Ainda conforme o nota, as demissões foram realizadas “dentro dos princípios do órgão regulatório” e a contratação de novos profissionais serão contratados pelo regime CLT. “A Estácio segue comprometida com sua missão de Educar para Transformar, oferecendo educação de qualidade a seus alunos em todo o País”.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions