A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 23 de Setembro de 2017

30/08/2017 12:03

Depois de 5 anos, prefeitura anuncia retomada das obras do anel rodoviário

Paulo Nonato de Souza
Máquinas trabalham na construção da nova pista (Foto: Arquivo)Máquinas trabalham na construção da nova pista (Foto: Arquivo)

Se a conclusão das obras do anel rodoviário de Campo Grande, ligando as saídas de Rochedo (MS-080) e de Cuiabá (BR-163), dependia de acordos com proprietários de duas chácaras em áreas localizadas no percurso, não depende mais.

Em nota divulgada nesta quarta-feira, 30, a Prefeitura de Campo Grande anunciou a homologação do acordo judicial para o pagamento das indenizações e a conclusão do processo de desapropriação das duas chácaras que ficam no trajeto planejado, uma de 1,2 hectare e outra de 6 hectares.

De acordo com a prefeitura, a indenização das duas áreas vai custar em torno de R$ 600 mil, e a partir da emissão de posse em favor do município será possível retomar e concluir as obras iniciadas em 2011 e que estão paradas há quase cinco anos.

Com a retomada, a previsão é de que em um ano as obras estejam prontas. Por conta da paralisação, a prefeitura correu o risco de ter que devolver R$ 30 milhões ao governo federal, referente ao valor do convênio vencido em maio deste ano. Isso só não ocorreu porque o Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte) aceitou a prorrogação por 12 meses.

Orçado em R$ 29,2 milhões, o trecho inacabado tem 24 quilômetros e duas pontes, e esta com mais de 68% da obra já concluída. O investimento inicial de R$ 26.440.565,17, do Governo Federal, teve um aditivo de R$ 3.836.0971,16, que elevou o custo da obra para mais de R$ 30,9 milhões. Desse total, segundo dados da prefeitura, já foram aplicados R$ 21.719.181,03, restando um saldo contratual de R$ 9.198.154,13.

Histórico – Conforme o projeto da obra, o anel rodoviário vai possibilitar a interligação entre a BR-163 (saída para Cuiabá), MS-080 (saída para Rochedo), BR-262 (em Indubrasil), passando pelo Núcleo Industrial, BR-060 (ligação com Sidrolândia, Maracaju, Dourados e Ponta Porã) e na outra ponta da BR-163, já na saída para São Paulo.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions