A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

15/12/2013 13:09

Deputado lamenta ação de punks em escritório e prejuízo ultrapassa R$ 5 mil

Vinícius Squinelo
Os dois jovens confessaram o crime (foto: Cleber Gellio)Os dois jovens confessaram o crime (foto: Cleber Gellio)

O deputado estadual Cabo Almi (PT) lamentou a depredação em seu escritório, localizado no residencial João Scarano, no bairro Colibri, em Campo Grande. Iago Vinícius Argoro da Silva, 21 anos, e Wellington Duarte de Souza, 19, foram presos em flagrante, confessaram o crime e se definiram como "anarquistas punks.

“Quebraram o portão, a porta de blindex da parte jurídica e quebraram todos os computadores”, relatou Almi, que acredita em um prejuízo de R$ 5 mil.

O parlamentar relatou que o escritório serve para atender a população da região, e conta com atuação de advogados e assistentes sociais.

Cabo Almi comentou que não é a primeira vez que o escritório é alvo de ação de vândalos e assaltantes. Em 2008 o local foi roubado, quando foi feito um “limpa”, e há dois anos, em pleno dia de Natal, o escritório foi arrombado.

“É tudo pago com meu salário de parlamentar, mas a vida segue e na segunda-feira já voltamos a atender”, emendou o parlamentar.

O caso – A depredação ocorreu por volta das 6h desta domingo (15). Iago Vinícius Argoro da Silva, de 21 anos, confessou o crime e alegou que estava “descontente” com os rumos da política, e que não é ligado a nenhum partido político.

Já Wellington Duarte de Souza, 19, que foi reconhecido pelas testemunhas, resistiu à prisão e em primeiro momento negou a autoria do ato de vandalismo.

Iago já tem passagem na polícia por vandalismo, já Wellington tem passagem por tráfico de drogas e vandalismo.

Eles se definiram como “anarquistas punks” as autoridades, possuem cabelos moicanos e tatuagens sobre anarquia. Estão presos na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Piratininga.

Moradores prendem suspeito de assaltar mulher com criança no colo
Armado com uma faca, Igor Mateus Lima da Costa, 19 anos, assaltou uma mulher que estava com o filho no colo e acabou preso por moradores. O caso acon...
Homem de 30 anos é esfaqueado e fica em estado grave
Bartolomeu Gomes de Araújo Barbosa, 30 anos, ficou gravemente ferido após ser atingido a golpes de faca no abdômen, na noite de ontem (12), na Rua Bo...
Após documento vazar, Sesau diz que hemogramas não foram suspensos
A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) afirmou que os hemogramas continuam sendo feitos na rede pública de saúde de Campo Grande. A informação inici...


Está cada vez mais insuportável e intolerante a ação desses marginais, onde autoridades não procuram providências para prender esses marginais, até o prédio da PRE Polícia Rodoviária Estadual está todo pichado, é só pintar os muros que eles voltam e picham novamente.
 
Luciano Silgueiros em 15/12/2013 21:19:52
É só fazer eles trabalharem, para pagar o que fizeram. Gente que não respeita o que é dos outros, ou até mesmo patrimônio publico, tem que aprender a valorizar.
 
Marcos Figueiredo em 15/12/2013 19:16:25
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions