A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

15/01/2015 07:30

Detento é alvo de tiros no presídio da Gameleira, mas escapa ileso

Renan Nucci
No ano passado um detento foi morto a tiros no pátio de entrada da Gameleira. (Foto: Renan Nucci)No ano passado um detento foi morto a tiros no pátio de entrada da Gameleira. (Foto: Renan Nucci)

Um homem de 28 anos que cumpre regime semiaberto na Colônia Penal Agroindustrial da Gameleira, em Campo Grande, escapou por pouco de uma tentativa de homicídio ocorrida na manhã de ontem (14). Josias Ferreira Nascimento foi alvo de diversos disparos, porém, o autor não conseguiu acertá-lo e em seguida a arma falhou. Em novembro do ano passado uma pessoa foi assassinada de maneira semelhante no mesmo local.

De acordo com o boletim de ocorrência, a vítima deixava o presídio por volta das 6h quando foi surpreendida por um indivíduo branco, baixo forte, olhos claros e que trajava uma bermuda jeans, casaco, capacete rosa e utilizava uma moto Honda CG Titan preta.

O autor saiu de trás de um ônibus que transporta os detentos e, ao avistar Josias no pátio, atirou. A arma então falhou e o detento aproveitou para fugir. Ele relatou às autoridades que, enquanto corria, ouviu o som de pelo menos mais cinco disparos vindos em sua direção, mas conseguiu se dispersar do assassino.

Morte em 2014 - Nuno Márcio Leal Pereira Toledo, de 25 anos, foi morto a tiros na madrugada do dia 30 de novembro, também no pátio de entrada da Gameleira. Ele foi executado com pelo menos 11 disparos de pistola 9 milímetros. O autor saiu de perto do ônibus que transporta os detentos e o atacou. Nuno cumpria pena por homicídio e, recentemente, havia sido beneficiado pelo regime semiaberto. Desde então,vinha recebendo ameaças de morte.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions