A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

05/04/2016 08:06

Dois presos serram grades e tentam fugir da Máxima, mas são capturados

Natalia Yahn
Tentativa de fuga foi a segunda registrada este ano na Máxima. (Foto: Arquivo)Tentativa de fuga foi a segunda registrada este ano na Máxima. (Foto: Arquivo)

Dois detentos do Estabelecimento Penal de Segurança Máxima de Campo Grande, tentaram fugir do presídio na madrugada desta terça-feira (5), mas foram capturados antes de pularem o muro. Fidel Vargas Marques Bezerra, que cumpre pena por roubo, e Ivanildo da Silva Ancelmo, preso por lesão corporal seguida de morte, estavam no pavilhão dois e dividiam a cela com mais 19 homens.

O diretor-presidente da Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário), Ailton Stropa Garcia, confirmou a tentativa de fuga. "Eles serraram as grades da cela do pavilhão dois e no pátio, usando alicate e gancho cortaram o alambrado".

Os dois estavam prestes a chegar ao muro, quando foram flagrados pelas câmeras de vigilância, que fazem o monitoramento do local 24 horas por dia. "Foi acionado o alarme e nossos agentes pediram ajuda da PM (Polícia Militar), que faz a vigilância nas muralhas. Os dois foram apreendidos no pátio e levados para a cela disciplinar. Será feito o procedimento administrativo em relação a atitude deles, e vão receber a punição devida nesses casos", afirmou Stropa.

Este é o segundo caso registrado desde o início do ano. Porém no dia 2 de janeiro o detento conseguiu fugir e só foi recapturado quatro dias depois. O detento Geraldo de Souza Neto, 37 anos, foi encontrado pelo Batalhão de Choque da Polícia Militar, no Bairro Guanandi II, no dia 6 de janeiro.

A polícia fazia rondas na região, quando se deparou com uma dupla em uma motocicleta. Os dois foram abordados, porque o passageiro da motocicleta demonstrou nervosismo ao avistar a viatura.

Após revista, foi constatado que o passageiro se tratava de Geraldo, conhecido como Japonês, membro do PCC (Primeiro Comando da Capital) e que estava foragido do presídio. O piloto da moto, Luan Alexander Alves de Almeida, 19 anos, também foi detido porque estava dando carona para um fugitivo.

À polícia, o rapaz disse que deu abrigo ao foragido a pedido do irmão, que está preso e deve favor a Geraldo. Ele contou ainda que Geraldo chegou em sua casa junto com outro presidiário do semiaberto. Luan vai responder por favorecimento pessoal. A moto dele foi apreendida e encaminhada ao Detran (Departamento Estadual de Trânsito). 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions