A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

14/01/2016 08:08

Dois suspeitos de assalto morrem em troca de tiros com policiais militares

Viviane Oliveira e Luana Rodrigues
Dona da tabacaria conta que os bandidos eram violentos e queriam dinheiro. (Foto: Marcos Ermínio) Dona da tabacaria conta que os bandidos eram violentos e queriam dinheiro. (Foto: Marcos Ermínio)

Dois suspeitos de roubo foram mortos durante confronto com policiais do Batalhão de Choque da Polícia Militar, na madrugada desta quinta-feira (14), no Bairro Vida Nova, em Campo Grande. Rafael Silvestre da Cruz, 25 anos, e Hernandes Dias da Silva, 21 anos, teriam assaltado uma tabacaria no Bairro Nova Lima e foram reconhecidos.

As vítimas são uma mulher de 35 anos e o marido, de 28 anos. Ela, proprietária da tabacaria que fica na Rua Zulmira Borba, contou que estava no local, quando juntamente com o marido foram rendidos pela dupla.

Agressivos, os bandidos trancaram o casal no banheiro e os ameaçaram de morte. “Eles queriam dinheiro e estavam violentos”. Depois disso, a dupla fugiu levando um veículo Gol, de cor branca.

Depois do crime, o casal conseguiu quebrar a porta e acionar a polícia. Em rondas, os militares conseguiram localizar o carro.

O motorista tentou fugir, mas acabou parando o veículo após ter os pneus atingidos por tiros. Ele disse que não havia participado do roubo e indicou o endereço, no Bairro Vida Nova, dos dois comparsas, Rafael e Hernandes, que havia feito o casal refém.

Na residência, os policiais contaram que foram recebidos a tiros e revidaram. Os dois foram baleados e já chegaram mortos à Santa Casa. Em pouco mais de 20 dias, oito pessoas apontadas como criminosas foram mortas em conflitos com policiais em Campo Grande. 



Show de bola, não para de chegar encomenda pro capeta.
 
Fernandes em 14/01/2016 08:30:34
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions