A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

07/08/2015 16:46

Drama comove e manicure consegue leite para bebê sem vender sofá

Juliana Brum e Edivaldo Bitencourt
Família agradece as doações que estão vindo de todo o país ( Foto - Fernando Antunes)Família agradece as doações que estão vindo de todo o país ( Foto - Fernando Antunes)

O drama da manicure Dayane Paraguaçu, 25 anos, que colocou um sofá a venda para comprar leite em pó para a filha de quatro meses, praticamente, comoveu o Brasil nas últimas 24 horas. Além de ficar com o móvel, ela ganhou leite e alimentos e até recebeu ligações de solidariedade do Acre e do Amazonas. 

Dayane contou que recebeu diversas ligações e visitas de pessoas que se sensibilizaram com sua situação através da matéria do Campo Grande News. Uma leitora de Manaus (AM) ligou para comprar o sofá. Durante a conversa, a manicure contou que já tinha desistido de vendê-lo. No entanto, a mulher insistiu dizendo que iria comprar o sofá por R$ 100. O valor já era 53% acima dos R$ 65 informados na postagem no Facebook. No entanto, a amazonense informou que pretendia doá-lo para a manicure mantê-lo no pequeno salão montado no Conjunto Rouxinóis, onde reside em uma casa cedida pelo tio.

Um rapaz do Acre foi avisado pelos pais sobre a situação de Dayane e ligou oferecendo dinheiro. Ela já ganhou 17 latas de leite em pó, 6 pacotes de fraldas, 2 caixas de leite integral e cestas básicas.

"Quero agradecer todos que leram a matéria e entenderam que não pedi nada e sim queria vender um sofá e acabei sendo abençoada com muito mais que eu esperava" desabafou a menina. 

No entanto, até os clientes voltaram nesta sexta-feira. Geralmente, ela atendia até quatro mulheres aos sábados. Como estava sem atender ninguém no salão há quase um mês, a mulher começou a vender os móveis para comprar alimentos. Antes do sofá, que causou a comoção, ela já tinha vendido um berço e um carrinho de bebê.

O casoMãe das pequenas Mikaelly Paraguassu Gomes, 4, Fernanda Mel Paraguassu Romero, 2, e Antônia Sofia Paraguassu Flores, de quatro meses, Dayane divide com a mãe, Ninpha da Silva Cândido, 45, que está desempregada, uma casa no Conjunto Rouxinóis, na saída para São Paulo.

Como estava sem clientes e a filha de colo estava recusando o leite materno, ela se viu em apuros e decidiu colocar a venda o sofá por R$ 65. No Facebook, a mãe também colocou que aceitava trocar o único sofá do salão por uma lata grande de leite em pó NAN 1 Pro. 

A história foi publicada ontem pelo Campo Grande News e comoveu os leitores. Segundo ela, até um juiz foi pessoalmente levar os produtos e conferir a sua situação. 

Terminal rodoviário de Campo Grande oferece cartões de Natal gratuitos
A rodoviária de Campo Grande, mais um ano, oferece gratuitamente cartões de Natal gratuitamente para os passageiros que passarem pelo local até o pró...
Universidade do MS recebe certificação de excelência em gestão
Será recebida pela UCDB (Universidade Católica Dom Bosco) em solenidade que acontece na próxima segunda-feira (18) o certificado de excelência em ges...


Parabéns pela colaboração das pessoas com essa jovem, muitas se encontram no mesmo caminho, 25 anos, 3 filhos de pais diferentes, e sem o vinculo familiar, onde que erramos na educação dessa nova geração de nossos filhos.
 
Ronaldo em 08/08/2015 10:04:34
graças a deus existi gente boa nesse país .....isso que é mãe si for preciso ela deixa de comer para alimentar as filhas parabensssss e que Deus ilumine essa família....
 
thainara silvestre brito em 08/08/2015 09:27:52
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions