A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

02/09/2013 19:10

Em 8 horas, chuva de 8,2 milímetros tumultua trânsito e gera falta de energia

Lidiane Kober
Chuva tumultuou o trânsito na região na Avenida Fernando Corrêa da Costa (Foto: João Garrigó)Chuva tumultuou o trânsito na região na Avenida Fernando Corrêa da Costa (Foto: João Garrigó)

Em oito horas, chuva de 8,2 milímetros tumultuou o trânsito em alguns pontos de Campo Grande e deixou residências e comércios sem energia, nesta segunda-feira (2). Pelo menos duas ruas, a 15 de novembro e a 7 de setembro, ficaram sem sinalização semafórica.

Os motoristas, que trafegaram pelas vias transversais foram obrigados a fazer o cruzamento na "sorte". O problema, registrado na tarde de hoje, deixou o trânsito tumultuado na região.

No final da tarde, a chuva aumentou e, segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), por volta das 18h, foi registrado precipitação de 3,4 milímetros. Somado ao horário de “ruch”, a chuva provocou congestionamentos, em cruzamentos, como na Avenida Fernando Corrêa da Costa com a Rua 13 de Maio.

Em meia-hora, das 18h às 18h30, o Corpo de Bombeiros foi acionado para socorrer dois motociclistas, um na Avenida Guaicurus e ou na Gury Marques, após derraparem por conta da chuva.

O tempo chuvoso também provocou queda de energia. A assessoria de imprensa da Enersul informou que um “circuito” da região central, que compreende uma quadra da Avenida Afonso Pena, Ernesto Geisel até a Calógeras, ficou sem luz.

Previsão – Em setembro, deve chover 55 milímetros em Campo Grande, segundo o meteorologista da estação da Uniderp Anhanguera, Natálio Abrão. A média histórica na Capital é de 73,9 milímetros.

Das 10h até às 18h, o Inmet registrou 8,2 milímetros de chuva em Campo Grande. O tempo instável, com pancadas de chuva e ventos fortes, permanece até a madrugada de quarta-feira (4).

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions