A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

27/02/2016 10:27

Em cerimônia rápida, engenheiro e advogada são cremados no PR

Mariana Rodrigues
Corpos foram cremados na manhã deste sábado. (Foto: Reprodução Facebook)Corpos foram cremados na manhã deste sábado. (Foto: Reprodução Facebook)

Em uma cerimônia rápida, os corpos do casal Paulo César de Oliveira, engenheiro, e Jane Resina Fernandes de Oliveira, advogada, foram cremados na manhã deste sábado (27), no Cemitério Metropolitano Parque das Allamandas, em Londrina, noroeste do Paraná. Ambos morreram em acidente aéreo no município vizinho de Jaguapitã, na sexta-feira (26).

Segundo informações de funcionários do cemitério, o processo de cremação foi rápido, conforme desejo dos familiares. Assim que os corpos chegaram, foi realizada a cerimônia, que durou menos de uma hora.

Os funcionários não quiseram passar mais informações sobre a cremação. Familiares também não querem se manifestar sobre as mortes.

A cerimônia foi realizada atendendo desejo de Jane, segundo informações de amigos. Ela havia deixado por escrito que queria ter seu corpo cremado.

Ela e o esposo embarcaram na manhã de sexta-feira (26) no Aeroporto Teruel, em Campo Grande, no Pelican prefixo PU-RDC pertencente ao engenheiro, e cerca de uma hora depois a aeronave caiu em área entre as fazendas Maristela e Céu Azul, em Jaguapitã, a poucos minutos do pouso.

Os dois viajaram ao Paraná, onde têm parentes, para uma festa de aniversário. O casal, natural de Tupã (SP) mas que viviam em Campo Grande há muitos anos, deixa duas filhas e três netos.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions