ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEXTA  24    CAMPO GRANDE 23º

Capital

Em duas horas, chuva na Capital acumula um terço da média histórica de junho

Dados registrado por 30 anos apontam média de 52 mm no mês - e apenas nessa tarde já foram 18 mm

Por Nyelder Rodrigues | 08/06/2021 16:25
Chuva forte atingiu várias regiões de Campo Grande, como a avenida Marques de Pombal, mas não causou estragos (Foto: Kisie Ainoã)
Chuva forte atingiu várias regiões de Campo Grande, como a avenida Marques de Pombal, mas não causou estragos (Foto: Kisie Ainoã)

Em duas horas de chuva espalhada por várias regiões de Campo Grande, o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) registrou um índice acumulado de 18,4 mm na cidade, o que corresponde a mais de um terço da média histórica da capital sul-mato-grossense. Apesar do número expressivo, não houve registro de alagamentos e enchentes.

Conforme os dados registrados por 30 anos na cidade, a média de chuva para o mês de junho fica na casa dos 52 mm. Apenas entre 13h e 15h desta terça-feira (8), foram 5,2 mm na primeira hora e 13,2 na segunda - que se somados os registros do restante do dia, somam 19,8 mm, segundo o que indica a plataforma do Inmet.

O tempo fechado, causado por uma frente fria que vem do sul do país, onde passou com maior intensidade, fez também com que a temperatura máxima registrada até aqui fosse de 23°C, por volta das 11h. Durante a chuva, esse número caiu para 18°C.

Se comparado aos índices registrados apenas no mês de maio pela estação, a chuva dessa tarde corresponde a metade do ocorrido em maio - quando a soma chegou a 34 mm. Historicamente, a média campo-grandense no mês é de 87 mm.

Do outro lado da cidade, na avenida Júlio de Castilho, a chuva também chegou com força (Foto: Paulo Francis)
Do outro lado da cidade, na avenida Júlio de Castilho, a chuva também chegou com força (Foto: Paulo Francis)

Para esse inverno, que começa no fim do mês, a previsão é de menor ocorrência de chuvas, exceto justamente em junho, quando pode haver volumes acima da média histórica em Mato Grosso do Sul, São Paulo e Paraná, prevê a meteorologia.

Pouco vento - Antes da chuva dessa tarde, ventos com rajadas de até 42 km/h foram registrados, mas no momento da precipitação, o registro do Inmet em Campo Grande foi de baixa velocidade, com rajada de no máximo 27 km/h. Já a umidade relativa do ar subiu para 94% e, agora, está na casa dos 88%.

Hoje a chuva marcou o fim de sete dias de intenso sol e tempo seco na capital sul-mato-grossense, o que ajudou a melhorar a qualidade do ar e manter a temperatura em um patamar mais ameno. O tempo deve continuar assim até sábado (12), quando o frio chega com maior intensidade e pode fazer até 11ºC em Mato Grosso do Sul.

Desde a manhã desta terça, vigora um alerta de risco do Inmet sobre chuvas que podem chegar até a 50 mm por dia e ventos que podem chegar aos 60 km/h. O alerta tem validade de 24 horas, praticamente em todo o Mato Grosso do Sul e em São Paulo.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário