A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

10/01/2013 21:54

Em meio a epidemia, bairro não recebe agente de saúde há um mês

Viviane Oliveira
Sandra Regina mostra os exames dos dois filhos que foram diagnosticados com a doença. (Foto: Luciano Muta)Sandra Regina mostra os exames dos dois filhos que foram diagnosticados com a doença. (Foto: Luciano Muta)

Em meio a uma epidemia de dengue moradores da rua Mestre Valentim, no Conjunto Estrela do Sul, em Campo Grande, reclamam que há um mês não recebem a visita dos agentes de saúde. No mesmo período quatro pessoas foram diagnosticadas com a doença, uma delas com dengue hemorrágica. Além disso, um terreno baldio da Prefeitura está tirando o sono de muita gente na região.

A professora Sandra Regina Borges de Oliveira Joaquim, 38 anos, conta que desde o mês passado os dois filhos dela, um de 10 e outro de 16 anos, foram diagnosticados com a doença.

Ao lado da casa dela, o casal de idoso José Sabino de Oliveira, 82 anos, e Orlanda Gregório de Oliveira, 84 anos, também sofreram com a dengue. Ele foi diagnosticado com dengue hemorrágica, que ocorre quando uma pessoa é contaminada mais de uma vez e é considerada a forma mais letal da doença.

A professora disse que se preocupa porque já teve a doença três vezes e teme ser vítima do mosquito mais uma vez. “Em tempo de verão, chuva todo dia e epidemia de dengue decretada é um absurdo a gente ficar 1 mês sem receber a visita dos agentes de saúde”, reclama.

Outro motivo de preocupação é o mato alto e a falta de manutenção em um terreno da Prefeitura em frente a casa dela. “Já liguei na Prefeitura para eles tomarem uma providência quanto a este terreno e a resposta foi que em tempo de chuva não é feita a manutenção da área”, afirma.

Moradores mostras exames em que foram diagnosticados com a doença. (Foto: Luciano Muta)Moradores mostras exames em que foram diagnosticados com a doença. (Foto: Luciano Muta)
Terreno sem manutenção também preocupa os moradores. (Foto: Luciano Muta)Terreno sem manutenção também preocupa os moradores. (Foto: Luciano Muta)

Para tentar amenizar o problema e evitar a proliferação do mosquito, Sandra faz a limpeza diariamente no quintal da casa dela com água sanitária, repelente nas crianças e creolina nos cachorros. Até a casa do vizinho recebeu a visita de Sandra, que reclama da falta dos agentes de saúde.

“Fui ao posto de saúde reclamar e fui informada que os agentes estão fazendo mutirão contra a dengue em outro bairro”, afirma.

José, que há pouco foi diagnosticado com dengue hemorrágica, também lamenta a falta de agentes de saúde nas casas da região. "Não sei como está no bairro, porém aqui na rua Mestre Valentim faz um bom tempo que eles não dão as caras por aqui", destaca.

"Antes quando uma pessoa era diagnosticada com dengue no bairro, no outro dia os agentes faziam mutirão no local para evitar novos casos, mas dessa vez foram quatro e até agora estamos a mercê dessa epidemia", finaliza Sandra.

O Campo Grande News tentou contato com a Prefeitura, mas até o fechamento desta matéria, não obteve resposta.

Epidemia - O número de casos notificados de dengue em Campo Grande chegou a 350 por dia nesta quarta-feira (9).  De acordo com a Prefeitura, o total de notificações já chega 2.923 mil nos nove primeiros dias deste ano. Ontem (9) o Hospital Regional confirmou a primeira morte provocada pela dengue este ano em Mato Grosso do Sul.

Vanderleia de Souza Oliveira, 45 anos, foi internada no Hospital Regional na segunda-feira (7) e morreu em decorrência de problemas cardiovasculares provocados pela dengue. Antes de ser internada, ela foi atendida por três vezes na UPA (Unidade de Pronto de Atendimento) da Vila Almeida. A mulher sofria de câncer e segundo o HR, não reagiu ao tratamento médico. 



moro no conj uniao ha 8 mes nao passa nenhum agente comunitario de saude, em frente a minha residencia existe dois terrenos baldios que o povo joga lixo ,nos q temos d limpar ,um absurdo!!!
 
reinaldo silva em 11/01/2013 15:14:27
ABSURDO,é ter agente de saude para ficar cuidando das nossas casas,toda a POPULAÇÃO já esta informada das causas e como combater o mosquito,agora so falta aplicar multa pra ver se a populção aprende de vez
 
Lia Alves em 11/01/2013 13:37:36
faz quase 3meses que eu mundei pa ca e ainda nao vi nenhum agente na minha casa,eu acho que a populaçao tem que fazer a sua parte e o agente comunitario de q2ue fazer seu apoio,mais eu acho que o nosso governantes tinha que fazer uma lei muito severa assim os moradores tomaria vergonha na cara e nao deixaria agua e nem lixo acumularem nos quintais e nem nos terrenos baldios e nem jogar nas vias publicas, o que adiada uns faz a sua parte outros nao,o mosquito da dengue ele voa muito kilometro e nao vamos esquece a leishmaniose que da por ai tambem.
 
norma diva em 11/01/2013 13:29:32
Realmente falta muita consentização da população aqui no estrela do sul muitos só critica e nem limpa a casa dele Fato. Se cada um fazer a sua parte ficaria uma maravilha, mas a presença do agente de saude para orientar a população e preciso sim por que nem todos tem a iniciativa de fazer as coisas cada um e cada um. se todos fazer a sua parte fica mais facil seja na limpeza, prevenção e tambem na orientação.
 
Joao Marcelo presidente estrela do sul. em 11/01/2013 13:14:27
Como dito... de nada resolve o agente de saúde passar todos os dias nas casas, se os proprietários forem porcos e não tiverem ciência de que precisam deixar os seus quintais limpos e jogar o lixo na lixeira... limpar o quintal e jogar o lixo em terreno baldio não ajuda em absolutamente NADA.
 
Marcos Silva em 11/01/2013 11:58:43
Toda essa situação foi causada única e exclusivamente pela própria população, e não adianta reclamar do agente de saúde que não passa, dos postos de saúde que estão lotados..etc...A verdade é que é uma vergonha o comportamento desse povo que vive em meio ao lixo e ainda ter a cara de pau de achar que é vítima dessa doença....Sinceramente, é de ficar indignada com isso..!!
 
Márcia Moraes em 11/01/2013 11:53:11
Não é o agente de saúde que tem que limpar nosso quintal...O QUINTAL É DE RESPONSABILIDADE DE CADA UM! Cada um tem que fazer sua parte, o agente é o orientador apenas, nós temos que ter cosnciência de que tenho que limpar meu quintal e que não preciso de ninguém para estar falando isso para mim...É MEU DEVER!!!! MANTER QUINTAL LIMPO, SEM RECIPIENTE DE ÁGUA PARADA...
 
estela lira em 11/01/2013 11:40:55
Realmente, estamos numa situação difícil. Mas, principalmente por causa da falta de conciência da população em geral. Enquanto estiverem jogando lixo, de qualquer maneira e todos os lugares, irão morrer muitas pessoas inocentes por causa da dengue e de outras doenças também. Nem o exército daria conta de manter a cidade livre dos insetos, se todos os dias são jogados criatórios novamente, nos mesmos lugares. PRECISAMOS FAZER UMA CAMPANHA REAL E VERDADEIRA PARA ENSINAR E EXIGIR DAS PESSOAS O CUMPRIMENTO DO DEVER DA CIDADADIA DE MANTER NOSSA CIDADE REALMENTE LIMPA E HABITÁVEL. CADA UM FAZENDO A SUA PARTE, VAI SER MAIS FÁCIL COMBATER O MAL.
 
Marilda Batistoti em 11/01/2013 11:37:46
NO BAIRRO CONJUNTO UNIÃO TBEM NÃO VEJO AGENTES DE SAUDE A MUITO TEMPO. E OLHA QUE AQ JÁ FOI UM DOS BAIRROS MAIS PREOCUPANTES NOS OUTROS TEMPOS DE CRISE.
 
ROSE FARFAN em 11/01/2013 11:35:54
Amigos, não é a presença do agente comunitário de saúde que mudará a situação da epidemia. Fato é que, se cada um fizer a sua parte, não teríamos tantos casos. É tudo uma questão de conscientização...
 
Fabiana Santos em 11/01/2013 10:57:08
No bairro existe muitos locais onde acumula lixo, e só verificar ao lado da ESCOLA ESTADUAL PADRE JOÃO GREINER, que além do lixo o mato está tomando conta. Parabéns professora pela sua iniciativa.
 
lia teodoro estigarribia barbosa em 11/01/2013 10:56:51
Não receber a visita do agente de saúde Não significa NADA! Quem tem a responsabilidade de cuidar somos NÓS, nos devemos limpar nossos quintais, nos devemos cuidar quais são os possiveis focos, ha quantos anos nos estamos convivendo com a dengue??? MUITOSSSSS! Ja estamos carecas de saber quais as maneiras de tentarmos evitar!!! O agente de saúde tem a função de orientar.. nós temos a função de Eliminar o foco.
Os terrenos da prefeitura tem que receber mais fiscalização e os particulares tambem. Tive um problema com um terreno aqui por perto e entrei em contato com aouvidoria, cca, vigilancia e eles vieram resolver. Mas nós cidadões temos que ter responsavilidade de cuidar de nossos quintais e se percebermos que nossos vizinhos são negligentes de denunciarmos a vigilancia.
 
Joana Alencar em 11/01/2013 10:29:31
Há um mês não chega um agente de saúde lá... considerando que o Bernal assumiu a prefeitura a 11 dias, são 19 dias na gestão do Nelsinho e 11 na do Bernal... além disso, a epidemia de dengue em Campo Grande é problema recorrente todos os anos. Não adianta um agente de saúde ir na casa das pessoas todos os dias, se elas não tiverem a consciência de que não podem jogar lixo na rua, de quem precisam fechar recipientes, etc... de nada adianta passar agente de saúde.
 
Marcos Silva em 11/01/2013 09:28:48
falta de capricho da população essa e a causa da dengue, tem gente que limpa o quintal mesmo mais alem de colocar um saco e deixar para o lixeiro levar, porque eles levam pega e joga no terreno baldio, olha o poder publico não pode fazer tudo temos que ter nossas responsabilidades, o meu bairro chama vila bela, esta uma sujeira porque as pessoas não cuidam.
 
jane fernandes souza em 11/01/2013 09:19:27
O prazo para agentes do controle da Dengue passarem em cada casa é de 2 meses...
Quem passa todo mês é o agente comunitário de saúde, e o serviço dele é outro...

a População que esquece de cuidar do próprio quintal, infelizmente... É uma vergonha, agente de saúde passar nas casas e ser lixeiro, pq é o que acontece. O agente de controle da dengue, não tem veneno pra eliminar o mosquito adulto, o que fazem é eliminar focos, orientar e ás vezes tratar a água com um pó... q não é eficiente com pupas. Essa moradora tá no caminho... é um ajudando o outro mesmo, fiscalizando o próprio quintal e o quintal dos vizinhos...

ps: Existe uma equipe que borrifa o veneno, mas isso é outra história.
 
Gilcelli Rodrigues em 11/01/2013 01:35:31
Faz dois anos que mora no Bairro São Conrado, E o agente de saúde passou aqui na data de 20/01/2012.. Um absurdo!!
 
Janaina Roa em 11/01/2013 01:06:03
Quem tem que limpar os seus quintais, e o dono dele, não os agentes de saúde cada coisa que temos que ouvir nesse Brasil!!!
 
wilke figueiredo em 10/01/2013 23:11:14
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions