A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

22/02/2012 13:53

Em torno do ponto de ônibus onde cinco foram baleados sensação é de insegurança

Paula Maciulevicius

Entre passageiros e quem trabalha por ali o clima era de receio perante a ousadia da dupla que atirou em plena avenida Afonso Pena

Sensação de insegurança no ponto de ônibus onde cinco foram baleados. (Foto: Paula Maciulevicius)Sensação de insegurança no ponto de ônibus onde cinco foram baleados. (Foto: Paula Maciulevicius)

O fato se deu na madrugada de domingo e ainda hoje era possível ver a insegurança das pessoas no ponto de ônibus da avenida Afonso Pena, onde cinco jovens foram baleados e um deles morreu, na saída do baile de Carnaval da Fernando Correa da Costa.

Entre passageiros e quem trabalha por ali, o clima era de receio e medo perante a ousadia da dupla que atirou contra o grupo que esperava o ônibus em plena avenida Afonso Pena.

“Vir para o centro no Carnaval e no final de semana já é complicado. A violência está instalada aqui. É um perigo, a vida não vale nada hoje em dia e a gente nunca espera estar no lugar errado e na hora errada”, comenta o estudante Daniel Bignardi, 24 anos.

O comerciante Antenor Montenegro, 59 anos, foi um dos que veio trabalhar no domingo e ainda viu a cena de horror. Sangue e pessoas feridas. “O que falta é a segurança. Sem segurança a pessoa mata um que não tem nada a ver e ainda por cima aqui no centro da cidade. Cadê a segurança?”, questiona.

Comerciante questiona segurança em plena avenida Afonso Pena. (Foto: Paula Maciulevicius)Comerciante questiona segurança em plena avenida Afonso Pena. (Foto: Paula Maciulevicius)

O crime aconteceu na madrugada do último domingo, quando um grupo esperava o ônibus de volta para a casa, vindo do Carnaval na avenida Fernando Corrêa da Costa e foi atingido por tiros vindos de uma motocicleta.

Os quatro jovens baleados, Anderson Francisco Barbosa, 23 anos, Paulo Cesar Canteiro de Alcântara, 23 anos, uma adolescente de 17 anos, grávida de cinco meses e um adolescente de 14 anos tiveram alta ainda no domingo.

Wellington de Jesus, 20 anos, morreu antes de chegar ao hospital. Os tiros eram contra ele, para vingar a morte do amigo , Leonardo da Silva Oliveira, 24 anos, assassinado em janeiro do ano passado.

Os dois responsáveis pelos tiros, Janerson Soares Ferreira dos Santos, 27 anos e Jackson Almeida Larrea, 21 anos, foram presos logo após o crime.

“Ah, vai fazer o que né? São gangues e eles não respeitam quem está por perto”, comenta a comerciante Janete Cristina, 27 anos.

Saída do Carnaval da Fernando Corrêa da Costa terminou com quatro baleados e um morto. O motivo foi vingança contra vítima. (Foto: João Garrigó)Saída do Carnaval da Fernando Corrêa da Costa terminou com quatro baleados e um morto. O motivo foi vingança contra vítima. (Foto: João Garrigó)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions