A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

18/09/2016 15:13

Empresa nega que oscilação seja defeito de novas lâmpadas de LED

Leandro Abreu
Vídeo enviado por leitor mostra lâmpadas piscando com oscilação de energia. (Foto: Reprodução/Direto das Ruas)Vídeo enviado por leitor mostra lâmpadas piscando com oscilação de energia. (Foto: Reprodução/Direto das Ruas)
Empresa realizando troca de luminárias no fim da manhã deste domingo (18), na avenida Afonso Pena. (Foto: Leonardo Rocha)Empresa realizando troca de luminárias no fim da manhã deste domingo (18), na avenida Afonso Pena. (Foto: Leonardo Rocha)

Com uma garantia de cinco anos, as lâmpadas de LED instaladas na avenida Afonso Pena não dão problema. Essa é a afirmação do engenheiro eletricista e responsável técnico da empresa Solar, Bruno Soares, que realiza o serviço de substituição das luminárias de Campo Grande. Neste domingo (18), um leitor do Campo Grande News enviou um vídeo em que as luminárias oscilam, aparentando estar com defeito.

De acordo com Bruno, várias hipóteses podem ter causado essa oscilação na rede, entre elas algum problema no cabeamento ou nos equipamentos eletrônicos da avenida, que mantém a eletricidade nos postes.

“O cabeamento da Afonso Pena não é novo. Está exposto a oxidação e umidade por exemplo. Não estou afirmando que o problema é lá e que está fora da qualidade, mas é uma das hipóteses que podem ser analisadas. O desgaste é normal e o que a gente entende que possa ser”, disse.

Ainda conforme o engenheiro, o caso mostrado no vídeo é isolado. “Pela oscilação que vi, há uma variação da frequência elétrica, que pode ser causado pela oxidação dos cabos ou frequência da rede. É pouco plausível que seja nosso produto. Temos um padrão internacional de qualidade”, completou.

O valor total do contrato entre a empresa e a Prefeitura é de R$ 33,8 milhões, para aquisição das luminárias e a execução do projeto. Até quinta-feira (15), 2,9 mil pontos da Capital já haviam recebido as novas luminárias.

Por fim, o responsável técnico garante que essa oscilação da rede não pode danificar as novas lâmpadas. “O nosso produto tem uma engenharia dinamarquesa. Ele possui um protetor de surto que inibe a queima do equipamento”, explicou.

Procurada para comentar sobre a qualidade e a periodicidade da manutenção do cabeamento da cidade, a concessionária Energisa não respondeu o contato do Campo Grande News até o fechamento dessa matéria.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions