A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

15/04/2014 16:51

Empresário foi enterrado vivo, diz polícia; penas podem somar 50 anos

Edivaldo Bitencourt e Bruno Chaves
Delegada mostra cadeira e material usado para enterrar vítima (Foto: Cleber Gellio)Delegada mostra cadeira e material usado para enterrar vítima (Foto: Cleber Gellio)

O empresário Erlon Peterson Pereira Bernal, 32 anos, foi enterrado vivo em uma fossa de 4,5 metros de profundidade no bairro São Jorge da Lagoa, na saída para Sidrolândia, na Capital. A conclusão é da Polícia, que indiciou a quadrilha acusada do latrocínio por sete crimes, que podem resultar em condenação de aproximadamente 50 anos de prisão.

A conclusão do inquérito policial foi apresentada, na tarde desta terça-feira (15), pela delegada Maria de Lourdes Cano, titular da Defurv (Delegacia de Furto e Roubo de Veículos). Quatro adultos e uma adolescente de 17 anos foram indiciados pela morte de Erlon, ocorrida no dia 1º de abril deste ano.

Conforme a delegada, Thiago Henrique Ribeiro, 21 anos, marcou o encontro com Erlon na rotatória da Avenida Interlagos com a Avenida Gury Marques, no Bairro Doutor Albuquerque, na saída para São Paulo. Em seguida, ele convenceu o empresário a levar o carro até a casa onde ocorreu a emboscada, no bairro São Jorge da Lagoa.

No imóvel, Erlon se encontrou com Rafael Diogo, o Tartaruga, 24, e a adolescente de 17 anos. Ele ficou sentado em uma cadeira amarela, com Rafael do lado direito e a menina no esquerdo. Thiago fez a suposta negociação para comprar o Golf por R$ 38 mil em pé. Em seguida, ele entrou dentro da casa e pegou o revólver.

Thiago usou a lábia para convencer Erlon e o matou com um tiro (Foto: Cleber Gellio)Thiago usou a lábia para convencer Erlon e o matou com um tiro (Foto: Cleber Gellio)

Ele fez o disparo de surpresa, com Erlon sentado, e o atingiu com o tiro pela nuca, com a bala saindo no olho direito. O empresário inclinou e caiu no chão. Conforme a investigação policial, ele foi arrastado por Rafael e Thiago até a fossa de 4,5 metros. Quando foi jogado dentro do buraco, o empresário ainda estava vivo e agonizava, conforme depoimento dos acusados pelo crime.

Em seguida, eles jogaram entulho, terra, restos de vegetação, peças de roupa de cama e mesa e um puff amarelo para cobrir o corpo e impedir que ele subisse à superfície em caso de chuva. A fossa não tava com a tampa lacrada.

A arma usada no crime foi emprestada por amigo de Thiago, Jefferson dos Santos Souza, que foi indiciado pelo crime de posse irregular de arma de fogo e formação de quadrilha.

O funileiro Ataíde Pereira dos Santos, que pintou o carro roubado de branco, foi indiciado pelo crime de receptação. Ele chegou a ser preso, mas foi liberado após pagar fiança de R$ 2.896. Em depoimento à Polícia, ele negou que soubesse do crime.

Maria de Lourdes conduziu investigação desde o desaparecimento de Erlon (Foto: Cleber Gellio)Maria de Lourdes conduziu investigação desde o desaparecimento de Erlon (Foto: Cleber Gellio)
Acusados pelo crime podem ser condenados por sete crimes (Foto: Cleber Gellio)Acusados pelo crime podem ser condenados por sete crimes (Foto: Cleber Gellio)

Thiago, Rafael e a adolescente foram indiciados pelos crimes de roubo qualificado com violência que resultou em morte, concurso de pessoas, restrição da liberdade da vítima, associação criminosa e ocultação de cadáver. Os dois ainda vão responder por corrupção de menores.

Maria de Lourdes estima que a pena dos dois adultos pode superar 50 anos de reclusão em regime fechado.
A menina de 17 anos pode ser condenado até a três anos de internação na Unei (Unidade Educacional de Internação), pena máxima prevista no Eca (Estatuto da Criança e do Adolescente).

Com a conclusão do inquérito, a Polícia encaminha o caso para o Ministério Público Estadual, que pode denunciá-los à Justiça ou solicitar a complementação da investigação. Como o crime é latrocínio, eles podem ser condenados sem passar por júri popular.

Criminosos vão continuar presos após prisão preventiva ser decretada pela Justiça (Foto: Cleber Gellio)Criminosos vão continuar presos após prisão preventiva ser decretada pela Justiça (Foto: Cleber Gellio)
Empresário foi atingido por tiro de surpresa e estava em pé, diz perícia
O tiro fatal que atingiu o empresário Erlon Peterson Pereira Bernal, 32 anos, há 14 dias, em Campo Grande, foi “de surpresa”. Segundo o perito crimin...
Prefeitura e TJ prorrogam renegociação de dívidas ajuizadas até 3ª
O programa de refinanciamento de dívidas da Prefeitura de Campo Grande foi prorrogado até o dia 19 de dezembro, a próxima terça-feira, no Centro de C...


Muito confuso essa investigacao né.
Em materia de ontem esse Site diz que o empresario foi morto em pé, conforme a conclusão do perito.
Agora diz que foi morto sentado.
Quer dizer, a propria policia tem duvidas.
E falhas tambem, pois a meu ver, o fato de ter liberado o namorado da adolescente, encontrado na casa onde ocorreu o crime, foi precipitado.
Como é que alguem que está ali, convivendo na casa onde ocorreu o crime, com
cheiro do cadaver inclusive, como foi noticiado, é liberado assim prematuramente.
Ele e o Lanterneiro que pintou o carro deveriam pegar pelo menos uma preventiva,
considerando-se claro, a monstruosidade do assassinato.
 
Reinaldo Paes Sandim em 16/04/2014 10:15:16
E depois querem que eu dê créditos para o tal dos Direitos Humanos. Mas pra que? Esses direitos são mais pros criminosos do que pra vítima ou família da vítima.
Quais foram os Direitos do Erlon? Acho que nem preciso responder, né?
Cada vez mais fica claro quem são os maiores criminosos.
É fazer uma pesquisa, e com certeza, as porcentagens se voltarão para a mesma resposta "os maiores bandidos não são esses que tem matado, estuprado, roubado, traficado e etc, mas sim, são os que estão no poder.".
Não sei se posso dizer que é sorte ou azar, mas o fato é que Deus fez uma promessa que não mataria a humanidade novamente, porque, tenho certeza que se esse pacto não tivesse ocorrido da parte dele, hoje nem o NOÉ do século XXI Ele deixaria existir.
Deixo claro #indignadocomessa(in)justiça.
 
Lucas Iester Pereira Ipólito em 16/04/2014 08:14:22
BRASIL PAÍS DE COMÉDIA, 50 ANOS EM REGIME FECHADO, KKKKK, NÃO VÃO FICAR NEM 10 ANOS PRESOS, O BRASIL É PAÍS DE BANDIDO, E A MENOR, DEVERIA ACABAR COM ELA NO MESMO INSTANTE, DAQUI A 2 ANOS TA SOLTA PRA MATAR MAIS PESSOAS DE FAMILIA, EU TENHO VERGONHA DE SER BRASILEIRO. O PAÍS DE BANDIDO.
 
fabiano santos em 16/04/2014 07:55:04
E O PIOR DE TUDO Juvenal Coelho É QUE NÓS VAMOS TER QUE DAR CAMA MESA E BANHO E AINDA NOS CUIDAR DOS COMANDOS LÁ DE DENTRO DO PRESÍDIO. POIS ALÉM DE TUDO ISSO, AS BENESSES QUE ESSES MARGINAIS TEM, AINDA ELES PASSARÃO A COMANDAR OS CRIMES, POIS PRESÍDIO NO BRASIL É UMA PIADA E DE MUITO MAU GOSTO!
- SE CORRE O RISCO DE SER MAIS UM CASO PRA CAIR NO ESQUECIMENTO...
 
JARY GUASINA DOS SANTOS em 16/04/2014 07:52:14
E a adolescente saíra da cadeia e vai comandar depois pq não ela tambem pega 50 anos de prisão pois teve uma grande participação no crime.
 
Amanda Caroline da Silva Pereira em 16/04/2014 07:31:41
Que mofem na cadeia...
Prisão perpetua já!
 
Ygor Barbosa em 16/04/2014 00:35:56
E depois a gente ainda é obrigado a ouvir os "pensadores esquerdo-lulo-petistas" escracharem a ideia de implantação de pena de morte no Brasil.
Pergunto: indivíduos como estes devem continuar vivendo em sociedade?
Precisamos urgentemente de pelo menos prisão perpétua neste país, pois, as pessoas de bem não aguentam mais!
E dizer que vão pegar 50 ou mais anos de cadeia é piada, pois, a legislação não permite que se cumpra mais de 30 anos em regime fechado.
Eita país generoso com bandido.
 
Juvenal Coelho em 15/04/2014 17:19:22
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions