A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

24/10/2014 15:56

Estudante perde CNH e é condenado a três anos por atropelar policial

Edivaldo Bitencourt
Estudante de engenharia poderá recorrer em liberdade pelo crime (Foto: Marcelo Calazans)Estudante de engenharia poderá recorrer em liberdade pelo crime (Foto: Marcelo Calazans)

O universitário Endreo Lincon Ferreira da Cunha, 23 anos, foi condenado a três anos de reclusão e a perder o direito de dirigir por atropelar e tentar matar o policial civil José Ângelo de Souza Filho, 51 anos. A sentença é do juiz da 2ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande, Aluízio Pereira dos Santos.

Cunha foi a júri popular na manhã de hoje pelo crime praticado no dia 27 de março de 2011. Naquele dia, por volta das 15h30, conforme denúncia do MPE (Ministério Público Estadual), o jovem deixou uma festa universitária após uma confusão e, dirigindo uma caminhonete Dodge Ram 2500 atropelou o policial civil do Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Assalto a Banco e Sequestro).

Segundo o magistrado, o jovem foi condenado a dois anos de reclusão pela tentativa de homicídio. A pena foi agravada em mais seis meses por dirigir sem habilitação (artigo 309 do Código de Trânsito Brasileiro) e a mais seis meses por abandonar veículo no local do crime para fugir da responsabilidade.

Além disto, Aluízio Pereira dos Santos o condenou a perder o direito de dirigir. O jovem poderá recorrer em liberdade e cumprirá a pena no regime aberto. No entanto, ele deverá entregar a CNH à Justiça.

A defesa e o MPE podem recorrer da sentença. Em depoimento à Justiça, o jovem alegou que confundiu o policial com um bandido, já que ele estava armado e o tentou parar sem a sinalização, e não teve a intenção de atropelá-lo.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions