A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

21/04/2015 12:20

Ex-padrasto de traficante morto em confronto com PM diz que foi fatalidade

Liana Feitosa e Caroline Maldonado
Bandido fugiu e, durante perseguição, houve troca de tiros. (Foto: Divulgação)Bandido fugiu e, durante perseguição, houve troca de tiros. (Foto: Divulgação)

Ex-padrasto de Marcelo Antonio Farias, 32 anos, baleado ao trocar tiros com o BPChoque (Batalhão da Polícia Militar de Choque) no trecho da BR-163, que liga distrito de Anhanduí a Campo Grande, classificou morte como uma fatalidade.

"Acho que foi uma fatalidade porque ninguém quer morrer. Ele tinha que ter se entregado à polícia", disse ao Campo Grande News.

O homem, que pediu para não ser identificado, foi casado com a mãe de Marcelo. Ela mora em Minas Gerais, por isso contou com a ajuda do ex-marido para verificar questões referentes à liberação do corpo.

Ele foi ao IML (Instituto Médico Legal) de Campo Grande para conseguir a liberação do corpo de Marcelo, mas foi informado de que isso só ocorrerá na sexta-feira porque o corpo ainda precisa para por exame de raio-x.

O ex-padrasto de Marcelo reclamou que recebeu poucas informações sobre o que aconteceu porque a polícia não entrou em detalhes. Segundo ele, a mãe de Marcelo perdeu outro filho, em Minas Gerais no ano de 1999, e a família suspeita de que também tenha sido vítima da polícia.

O irmão de Marcelo, que era mototaxista, foi morto em confronto com a polícia daquele Estado.

Caso - Marcelo foi morto no começo da tarde deste sábado (18) em troca de tiros com o BPChoque. Ele conduzia um veículo Azera quando foi abordado pela polícia. Um cerco foi montado com apoio da PRF (Polícia Rodoviária Federal), mas o motorista desrespeitou a ordem de parada e fugiu.

Durante a perseguição, as equipes entraram em confronto com o bandido, ele atirou contra os policiais, houve troca de tiros e o mesmo foi atingido. Mais de uma tonelada de maconha foi encontrada no veículo.



Se entra em confronto com a Policia! é porque tem culpa no cartório.
 
papito em 22/04/2015 07:14:36
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions