A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

12/09/2013 17:38

Falso personal trainner é flagrado pela polícia em academia do Centro

Bruno Chaves

Ennes Santana Moreira, 27 anos, foi flagrado pela polícia, na noite de ontem (11), trabalhando como personal trainner na Academia Positivamente, que fica na Rua 13 de Junho, Centro de Campo Grande. De acordo com o boletim de ocorrência, ele exercia a profissão ilegalmente.

A ação ocorreu após fiscalização do CREF11/MS-MT (Conselho Regional de Educação Física da 11ª Região/Mato Grosso do Sul – Mato Grosso) em parceria com a Polícia Militar. Segundo o conselho, várias pessoas haviam denunciado o rapaz que dava aulas sem habilitação de profissional de educação física.

“O Conselho já havia recebido denúncias de que esse homem atuava como personal trainner, sem ser habilitado. Foi feita uma investigação e agora pudemos constatar e efetuar o flagrante”, explica a coordenadora de fiscalização do CREF11/MS-MT, Fabiana Rios.

No momento da fiscalização, Ennes auxiliava uma aluna na atividade de musculação. Ele negou que era professor. No entanto, a aluna disse que ele tinha materiais de divulgação nas redes sociais e que se apresentava como personal.

Combate – Segundo informações da assessoria de imprensa do conselho, o objetivo da ação foi combater ao exercício ilegal da profissão. O estabelecimento foi orientado sobre os riscos de contratar uma pessoa sem habilitação e o conselho também orientou que o responsável pela academia afastasse a pessoa da função.

Caso o procedimento não seja adotado o conselho dará sequência no processo fiscalizatório podendo até gerar um processo ético. O infrator foi encaminhado para a delegacia para prestar esclarecimentos.

“É importante lembrar que a competência para prescrição de atividades relacionadas ao condicionamento físico é inerente do profissional de educação física, registrado no Conselho da área de abrangência. A pessoa não capacitada e sem registro pode fazer com que o cliente de uma academia, por exemplo, tenha lesões irreversíveis, e isso é muito grave”, ressalta a coordenadora de fiscalização.

Balanço – Ainda conforme dados do conselho, de janeiro a agosto deste ano, 83 pessoas e 120 estabelecimentos foram notificados pelo mesmo fato em 48 cidades de Mato Grosso do Sul.

Prefeitura e TJ prorrogam renegociação de dívidas ajuizadas até 3ª
O programa de refinanciamento de dívidas da Prefeitura de Campo Grande foi prorrogado até o dia 19 de dezembro, a próxima terça-feira, no Centro de C...
Homem tem corpo queimado em acidente doméstico e morre na Santa Casa
Após dois dias internado, José Loureiro da Cruz, 49 anos, morreu por volta das 6h30 desta sexta-feira (15) na Santa Casa em decorrência de acidente d...


não e questão de aumentar os anos, ou formado que não sabe dar aula, e questão que , no período de formação não presta atenção na aula na pesquisa não querem saber de nada só festa e pagar matéria para ter o canudo, tem muito profissional bom e competente, mas tem cliente que não valoriza na hora de pagar , ai pega uns cara que cobra um preço baixo mas a qualidade também e baixa...
 
ivan de souza em 21/09/2013 17:13:32
Acho super válido a fiscalização dentro das academias em detectar professores sem credenciamento dando aulas e passando exercícios para alunos, como se já fossem professores credenciados. Agora oque vejo, e principalmente nas academias que já frequentei e frequento atualmente, é professor formado totalmente perdido no espaço, passando exercícios com execuções erradas, não corrigem alunos, ficam conversando o tempo todo, não se atentam para os alunos que ficam com aquelas fichinhas pra lá e pra cá perdidos sem a devida orientação, acho isso uma tremenda falta de profissionalismo. Penso que para dar aula de musculação, o formado deveria passar por mais uns dois anos de especialização somente em musculação, e assim ter bagagem para passar exercícios que nem o mesmo ás vezes sabe executar!
 
Luiza Menezes em 13/09/2013 11:08:35
O CREF MS vem demonstrando cada vez mais sua eficiência na fiscalização das academias, tem feito um ótimo trabalho! Parabéns à equipe de fiscalização!
 
ELIANE FREITAS LIMA em 13/09/2013 09:41:07
CONCORDO COM O LUIZ PAULO. TEM MUITA MENININHA QUE VAO PRA ACADEMIA PRA DAR EM CIMA DESSES PERSONAIS.
 
vanderlei de jesus alves em 13/09/2013 08:59:24
Quer ser profissional de verdade?? vai fazer uma faculdade, ter a regulamentação devida, garanto que puxa 4 anos de ferro é muito mais fácil do que estuda 4 anos pra se forma. Aposto que nenhum desses "personal trainner" gostaria de ser operado por uma secretaria que trabalha a muito tempo em um hospital.
 
Felipe Mello em 13/09/2013 08:11:49
A maioria dão encima de mulheres casadas falando que elas são seus sonhos de consumo.
 
reinaldo dias em 13/09/2013 08:00:13
A maior parte destes "profissionais" que são credenciados, nada entende de musculação e vão trabalhar em academias pra dar em cima das menininhas.. aff

 
Luiz Paulo em 13/09/2013 07:35:48
O Conselho deveria fiscalizar as academias do interior,tem cada figura dando aula que é brincadeira....
 
augusto barbosa em 13/09/2013 05:29:27
Que isso sirva de exemplo para o CRA fiscalizar o exercício ilegal da Administração!Só um administrador pode gerir um depto ou uma empresa!
 
Aline Amaral Pereira em 12/09/2013 18:37:09
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions