A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

07/11/2011 11:37

Família fala em contratar perito para investigar queda de menino de prédio

Marta Ferreira e Nadyenka Castro
Perito faz foto no local onde o menino caiu, durante investigações, que começaram na sexta-feira, logo após a queda. (Foto: João Garrigó)Perito faz foto no local onde o menino caiu, durante investigações, que começaram na sexta-feira, logo após a queda. (Foto: João Garrigó)

A família do menino que morreu, na sexta-feira, após cair do 13º andar do prédio onde morava, na avenida Via Parque, em Campo Grande, já avalia a possibilidade de contratar um perito para investigar o acidente.

Foi o que informou hoje o pai da criança, que esteve no 3º Distrito Policial, responsável pela investigação, para depoimento.

Ainda bastante abalado, o pai conversou com a equipe do site, e demonstrou incredulidade com a hipótese de que o garoto tenha se jogado da janela, considerada a mais forte até agora pelos responsáveis pela investigação.

Para a família, foi uma queda e há muito ainda para ser apurado.

Detalhes sobre o que leva a família a ter essa crença foram relatados pelo pai, mas não serão descritos aqui, em atendimento ao pedido dele.

O comerciante informou que a família vai usar os meios possíveis para esclarecer o caso.

Como foi- O menino caiu de uma altura de 40 metros, de uma janela que fica na área de serviço, próxima a um taque. A tela de proteção foi cortada e uma faca usada para fatiar pão foi encontrada próxima. A gaveta onde o utensílio ficava estava aberta.

No momento, só estavam em casa o menino e a irmã, de 13 anos, que relatou estar no banho. A menina contou, logo após a tragédia, que o garoto havia falado anteriormente em se jogar.

No dia do acidente, os policiais fizeram simulações da queda com um boneco. Eles chegaram à conclusão de que a posição mais provável para a queda do garoto, em razão dos ferimentos que sofreu, foi como se tivesse escalado a janela, parado no parapeito, e depois se soltado.

Isso tudo ainda é investigação preliminar. A Polícia Civil informou na semana passada que os depoimentos vão ser ouvidos essa semana, que vai solicitar imagens do circuito interno de TV do condomínio para apurar se mais alguém esteve no apartamento.

O laudo da perícia feita no dia e dos testes com o boneco só deve ficar pronto em no mínimo 10 dias.

O caso foi registrado como morte a esclarecer.



Meu Deus... Dê forças para essa família superarem essa terrível perda. Sou mãe e não posso sequer imaginar o tamanho dessa dor.
 
Andréia Silva em 07/11/2011 12:23:31
Situação complicada. Que Deus ampare essa família, principalmente a irmã - que ainda é uma criança - deve estar inconsolavel.
 
Fernanda Dorileu em 07/11/2011 12:03:38
Na minha humilde opinião, o garotinho quiz dar um susto na irmã, por isso avisou antes, mas na hora do fato ele não suportou segurar por muito tempo, talvez até tivesse pedido ajuda, mas ela não ouviu pq tomava banho nessa hora... criança é assim mesmo, não pensa bem antes de agir. Muito triste, infelizmente é a tal da fatalidade em que todos nós estamos sujeitos.
 
Belkiz D. Freire em 07/11/2011 12:02:36
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions