A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

30/11/2015 15:11

Famílias lamentam fechamento de "hospital" pediátrico no Centro

Ricardo Campos Jr. e Thiago de Souza
Pronto Atendimento Infantil fechará as portas da urgência e emergência a partir de hoje a noite (Foto: Gerson Walber)Pronto Atendimento Infantil fechará as portas da urgência e emergência a partir de hoje a noite (Foto: Gerson Walber)
Durante a tarde havia pelo menos 30 pacientes em busca de atendimento (Foto: Gerson Walber)Durante a tarde havia pelo menos 30 pacientes em busca de atendimento (Foto: Gerson Walber)

No último dia de funcionamento do PAI (Pronto Atendimento Infantil), pais lamentam o encerramento do serviço de urgência e emergência pediátrica.  A versão do SUS (Sistema Único de Saúde) do "Hospital da Criança" começou a funcionar em 12 de outubro do ano passado. Na tarde desta segunda-feira (30) havia pelo menos 30 pacientes aguardando atendimento no local. Todos estavam sendo informados que durante a noite já não haverá mais plantão.

“É uma pena”, diz a dona de casa Tailaine Nunes, 18 anos, que procurava atendimento para o filho pequeno. É a primeira vez que ela recorre à unidade e gostou do atendimento.

Além disso, é o local mais acessível para atendimento infantil, tendo em vista que, segundo ela, só há pediatras disponíveis nas UPAs (Unidades de Pronto Atendimento Comunitário) Coronel Antonino e Vila Almeida, completamente fora de mão para a mãe, que mora no Aero Rancho.

Uma das enfermeiras chorou ao comunicar o fechamento do PAI, segundo relata a dona de casa.

A doméstica Edileia Oliveira, 31 anos, sabia que o local estava prestes a fechar, mas ficou surpresa quando foi comunicada que seria hoje. “É uma pena. Nos postos de saúde você fica três horas esperando e aqui não, o atendimento é muito bom”, afirma.

Segundo ela, uma vez extinto o serviço de urgência e emergência, as únicas opções serão os CRS (Centros Regionais de Saúde) do Coophavilla e Aero Rancho. Eles ficam mais perto da casa da doméstica, no Portal Caiobá.

Uma outra mãe que pediu para não ser identificada também lamentou o fechamento do PAI. Ela disse não ter gostado da ideia, já que não faltam elogios ao atendimento prestado no local.

Sem se identificarem, funcionários dizem que o futuro deles ainda é incerto e tudo depende do anúncio oficial que será feito nesta tarde pelo secretário de Saúde Ivandro Fonseca. Os servidores afirmam que apesar de estarem informando os pais sobre o fechamento do local, existe uma escala pré-elaborada para o turno da noite com cinco pediatras.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions