A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 19 de Janeiro de 2018

31/05/2014 12:34

Famílias perdem tudo em incêndio e se desesperam ao pensar no futuro

Aliny Mary Dias
Josimeire não sabe o que fazer para recomeçar a vida (Foto: Marcos Ermínio)Josimeire não sabe o que fazer para recomeçar a vida (Foto: Marcos Ermínio)

As amigas Cristiane e Josimeire, de 27 e 30 anos, vão precisar recomeçar a vida do zero, mas isso só vai acontecer se elas contarem com a solidariedade de quem puder ajudar e depois de se recuperarem do susto. Na manhã deste sábado (31), o ex-marido de Josimeire Fortunato de Paula ateou fogo na casa onde ela dormia com a amiga Cristiane Almeida dos Santos e seis crianças. Toda a residência de madeira, situada no bairro Mário Covas, foi destruída, e por pouco todos saíram praticamente ilesos.

Tudo começou ainda na madrugada. Josimeire, que está grávida de 8 meses e tem cinco filhos, terminou o relacionamento com o ex-marido há mais de 1 ano, mas o homem nunca aceitou o fim. Há um mês, ela foi morar na casa da amiga Cristiane, que também tem um filho.

As seis crianças, as duas mulheres e o marido de Cristiane estavam dormindo quando o ex-marido de Josimeire invadiu a casa por volta das 2 horas da manhã. Uma discussão entre o casal teve início e a mulher chegou a ser agredida. A confusão só teve fim depois que o marido de Cristiane, Edivadson Vasques, 26 anos, colocou o homem para fora.

Ainda revoltado com a situação, o ex-marido não pensou nos cinco filhos e na mulher grávida. Voltou na residência por volta das 7 horas da manhã e ateou fogo no imóvel. Os três adultos que estavam na casa só tiveram tempo de salvar as crianças e tirar o botijão de gás de dentro do local. Foi o que evitou uma tragédia maior.

Crianças observam casa destruída em poucos minutos (Foto: Marcos Ermínio)Crianças observam casa destruída em poucos minutos (Foto: Marcos Ermínio)
Filho adolescente de 15 anos teve queimaduras de 1º grau (Foto: Marcos Ermínio)Filho adolescente de 15 anos teve queimaduras de 1º grau (Foto: Marcos Ermínio)

O filho mais velho de Josimeire, de 15 anos e portador de paralisia cerebral, foi o único ferido no incêndio. Ele teve queimaduras de 1º grau nas costas, mas não precisou ser levado para unidade de saúdeUma equipe do Corpo de Bombeiros foi ao local, usou 2 mil litros de água no combate, mas não foi suficiente para evitar a destruição total. As amigas perderam todos os móveis, as roupas e até o salário do mês.

Em lágrimas, Josimeire diz que não sabe como recomeçar. “Eu perdi tudo que tinha, só tenho a roupa do corpo e não sei o que fazer. Graças a Deus ninguém morreu, mas eu perdi tudo o que juntei nessa vida toda”, conta, emocionada.

A amiga que acabou perdendo a casa em ato de fúria de um homem indignado com o fim do casamento também pede ajuda para seguir a vida. “Só podemos contar com a ajuda, não temos parentes e estamos dependendo disso”, afirma Cristiane.

Os vizinhos e as famílias contam que chamaram a Polícia Militar, mas nenhuma equipe apareceu no local até o fim da manhã de hoje. Do ex-marido, Josimeire quer distância e não sabe qual atitude tomar, já que até os documentos foram perdidos nas chamas.

Solidariedade – Quem puder ajudar as famílias com móveis, roupas e alimentos pode entrar em contato com Edivadson no número 9131-5146 ou ir até a Rua Leandro da Silva Salinas, esquina com a Rua Paca, no bairro Mário Covas e procurar pela família que está na casa de vizinhos.

Mangueira usada para evitar reinício de chamas é fonte de água para crianças (Foto: Marcos Ermínio)Mangueira usada para evitar reinício de chamas é fonte de água para crianças (Foto: Marcos Ermínio)
Amigas estão na casa de vizinhos (Foto: Marcos Ermínio)Amigas estão na casa de vizinhos (Foto: Marcos Ermínio)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions