A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

30/07/2012 20:27

Fiscalização encontra trabalhadores em condição inadequada em Campo Grande

Nyelder Rodrigues
Galpão onde funcionava a confecção é um corredor inadequado e sem circulação de ar (Foto: Divulgação)Galpão onde funcionava a confecção é um corredor inadequado e sem circulação de ar (Foto: Divulgação)

O MPT (Ministério Público do Trabalho) encontrou na última quinta-feira (26), em Campo Grande, 25 empregados trabalhando em condições degradantes em uma confecção na avenida Eduardo Elias Zahran.

Conforme o MPT, a confecção funcionava em um galpão estreito, sem janelas, com apenas um portão de acesso. No local, também não há rota de fuga para situações de emergência, como em incêndios. Atualmente, há no local uma rampa íngreme, utilizada como entrada para descarregar as peças.

Os trabalhadores ficavam no local sob calor intenso, em corredor inadequado e sem circulação de ar. Além disso, os funcionários se alimentavam nas mesas de trabalho, em meio às peças de roupa e materiais. Por causa dos riscos à saúde e segurança, o MPT notificou a unidade de acabamento de peças das marcas Bumerang e Jetline, a adequar o local com urgência.

Outras irregularidades relativas à estrutura predial foram constatadas pela perícia do MPT e pelo procurador do trabalho Cícero Rufino Pereira. Uma delas é que oespaço físico é inadequado à quantidade de pessoas e à natureza do trabalho executado.

Terminal rodoviário de Campo Grande oferece cartões de Natal gratuitos
A rodoviária de Campo Grande, mais um ano, oferece gratuitamente cartões de Natal gratuitamente para os passageiros que passarem pelo local até o pró...
Universidade do MS recebe certificação de excelência em gestão
Será recebida pela UCDB (Universidade Católica Dom Bosco) em solenidade que acontece na próxima segunda-feira (18) o certificado de excelência em ges...
Águas Guariroba continua com campanha de renegociação de dívidas
Vai até o dia 29 deste mês a campanha "Fique em Dia", realizada pela Águas Guariroba para renegociar as dívidas que os consumidores têm com a empresa...
Prefeitura e TJ prorrogam renegociação de dívidas ajuizadas até 3ª
O programa de refinanciamento de dívidas da Prefeitura de Campo Grande foi prorrogado até o dia 19 de dezembro, a próxima terça-feira, no Centro de C...


Parabéns ao Ministério Público do Trabalho. É necessário estar sempre atento, pois as empresas sempre apresentam o "jeitinho brasileiro". Cumprem momentaneamente as instruções do MPT e depois voltam a fazer a mesma coisa.
E os donos das marcas Bumerang e Jetline deveriam analisar bem a confecção que estão contratando. Preço baixo na veia dos funcionários, não dá né.
 
Henrique Ricardo em 30/07/2012 11:43:35
NÃO COMPRO MAIS ROUPAS DESTAS MARCAS E VOU PEDIR PARA MEUS AMIGOS FAZEREM O MESMO.. NÃO ADMITO ESCRAVIDÃO.
 
Luís zeferino Gomes em 30/07/2012 09:31:42
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions