ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, QUINTA  13    CAMPO GRANDE 28º

Capital

Fiscalização passa por bar universitário e interdita casa de eventos

Operação conjunta fiscaliza estabelecimentos de Campo Grande para reforçar medidas de prevenção contra a covid-19

Por Guilherme Correia | 30/07/2020 09:18
Não foi encontrada nenhuma irregularidade no bar universitário (Foto: Divulgação)
Não foi encontrada nenhuma irregularidade no bar universitário (Foto: Divulgação)

A noite desta quarta-feira (29), teve 78 estabelecimentos comerciais flagrados funcionando durante toque de recolher em Campo Grande. A fiscalização interditou dois deles por apresentar irregularidades no alvará, que os impedia de funcionar.

O número foi divulgado pela assessoria de imprensa da GCM (Guarda Civil Metropolitana) que atua junto a outros órgãos públicos na vistoria das ruas da Capital, para reforçar medidas sanitárias de prevenção à covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

Fiscal da Semadur e policial militar durante interdição de casa de eventos no Jardim Seminário (Foto: Divulgação)
Fiscal da Semadur e policial militar durante interdição de casa de eventos no Jardim Seminário (Foto: Divulgação)

Para cumprimento das normas, a Guarda teve de realizar três "orientações em residências", abordar 90 pessoas nas ruas e orientar 14 proprietários de estabelecimentos. Já a Vigilância Sanitária foi até 50 estabelecimentos mas não encontrou irregularidade.

A Semadur vistoriou outros 14 locais e teve de interditar dois deles, incluindo uma casa de eventos no Jardim Seminário.

Ainda segundo os dados, o telefone 153 da Guarda tocou 174 vezes, mas apenas 58 ligações eram de denúncias de desrespeito à "quarentena".

Operação conjunta - Atualmente cumprindo o decreto 14.380, que proíbe circulação de pessoas e funcionamento de diversos comércios das 20h até às 5h do dia seguinte, a "operação conjunta" engloba também o MPE (Ministério Público Estadual), Agetran (Agência Municipal de Trânsito), Vigilância Sanitária, Semadur (Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano) e PM (Polícia Militar).

No trânsito, Guarda e Agetran abordaram 25 motoristas e 30 motociclistas, e notificaram 16 deles por irregularidades na documentação e CNH (Carteira Nacional de Habiliação), fazendo com que três motos e dois carros tivessem de ser removidos.

Veículos que foram removidos pela fiscalização (Foto: Divulgação)
Veículos que foram removidos pela fiscalização (Foto: Divulgação)