A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

26/07/2011 09:08

Foragido, pai de santo acusado de abuso tem novo pedido de liberdade negado

Aline dos Santos
Casa de acusado foi incendiada no Jardim Montevidéu. (Foto: João Garrigó)Casa de acusado foi incendiada no Jardim Montevidéu. (Foto: João Garrigó)

Foragidos desde o começo do mês, o homem apontado como pai de santo e acusado de abusar de crianças durante rituais em Campo Grande teve novo pedido de liberdade negado pela justiça.

Ontem, o TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) indeferiu liminar em habeas corpus. Agora, a 2ª Turma Criminal ainda decidirá sobre o mérito do pedido. A juíza da Vara da Infância, Juventude e do Idoso, Katy Braun do Prado, já havia negado a revogação da prisão temporária do suspeito.

A defesa do pai de santo busca na justiça recurso para que ele não seja preso. Hoje, deve ser decidido se ele se entrega à polícia ou espera pelo julgamento do mérito.

De acordo com a delegada da DPCA (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente), Alexandra Maria Favaro, a polícia recebeu diversas informações sobre o paradeiro do foragido.

Contudo, nenhuma denúncia foi confirmada. “Falaram que ele estava em Aquidauana, fizemos diligências, mas não se confirmou”, relata a delegada.

O homem é apontado como autor de abuso sexual contra quatro crianças e uma adolescente, que foi vítima dos 3 aos 7 anos.

Uma das três crianças é a filha do acusado e as outras são vizinhas. A polícia descobriu o caso depois que uma menina de 6 anos foi estuprada pelo próprio tio, no último dia 24 de junho.

A denúncia foi feita por um vizinho. A criança foi encaminhada para um abrigo e relatou que participava de rituais com outras crianças, quando o autor dos abusos era o suposto pai de santo.

Ele dilacerava galinhas vivas na frente das vítimas. Em seguida, ficava nu e as mandava pegarem no seu órgão genital, alegando que iriam ganhar força. O sangue dos animais era espalhado pelo corpo das crianças. A casa dele, no Jardim Montevideu, foi incendiada após a denúncia vir a público.

O homem apontado como pai de santo não tem registro na Fecams (Federação de Cultos Afro-brasileiros e Ameríndios de Mato Grosso do Sul), que reúne sacerdotes da umbanda e candomblé.

Adolescente denuncia que sofreu abuso por quatro anos de suposto pai de santo
Com esta denúncia sobe para cinco número de vítimas do pai de santoA história do suposto pai de santo que teria abusado de crianças durante rituais ...
Religiosos de Candomblé e Umbanda fazem manifestação contra falso pai de santo
Federação de Cultos Afro-brasileiros oferece telefone para denúncias de terreiros clandestinosReligiosos de Candomblé e Umbanda fazem manifestação e...
Advogada de pai de santo entra com pedido de revogação de prisão
Prisão foi decretada esta semanaA advogada que representa o pai de santo acusado de abusar sexualmente de quatro crianças ingressou no TJMS (Tribuna...


É só divulgar a foto do infame aí na mídia, e quero ver se o povão não o acha!!!
 
Marcelo Max em 26/07/2011 10:52:58
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions