A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

15/07/2011 09:08

Justiça nega revogação de prisão a pai de santo suspeito de abuso sexual

Aline dos Santos
Casa de homem apontado como pai de santo foi incendiada após denúncia. (Foto: João Garrigó)Casa de homem apontado como pai de santo foi incendiada após denúncia. (Foto: João Garrigó)

A justiça negou revogação da prisão temporária do homem apontado como pai de santo e acusado de abusar de crianças durante rituais em Campo Grande. Ele está foragido desde a decretação da prisão e agora a defesa vai tentar habeas corpus no TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) para que o acusado não fique atrás das grades.

Conforme a advogada Katiusci Sandim Vilela, ele só vai se entregar à polícia se o tribunal negar o pedido. Na decisão da juíza Vara da Infância, Juventude e do Idoso, Katy Braun do Prado, consta que o acusado está amedrontando testemunhas.

A tese é refutada pela defesa. “Ele é quem se sente ameaçado e teve a casa incendiada”, afirma a advogada.

De acordo com a delegada da DPCA (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente), Regina Márcia Rodrigues de Brito Mota, o acusado será preso assim que localizado.

O homem é apontado como autor de estupro a quatro crianças. Uma das três crianças é a filha do acusado e as outras são vizinhas, sendo uma delas de seis anos.

A polícia descobriu o caso depois que uma menina de 6 anos foi estuprada pelo próprio tio, no último dia 24 de junho. A denúncia foi feita por um vizinho. A criança foi encaminhada para um abrigo e relatou que participava de rituais com outras crianças, quando o autor dos abusos era o suposto pai de santo.

Ele dilacerava galinhas vivas na frente das vítimas. Em seguida, ficava nu e as mandava pegarem no seu órgão genital, alegando que iriam ganhar força. O sangue dos animais era espalhado pelo corpo das crianças. A casa dele, no Jardim Montevideu, foi incendiada após a denúncia vir a público.

O homem apontado como pai de santo não tem registro na Fecams (Federação de Cultos Afro-brasileiros e Ameríndios de Mato Grosso do Sul), que reúne sacerdotes da umbanda e candomblé.

Religiosos de Candomblé e Umbanda fazem manifestação contra falso pai de santo
Federação de Cultos Afro-brasileiros oferece telefone para denúncias de terreiros clandestinosReligiosos de Candomblé e Umbanda fazem manifestação e...
Advogada de pai de santo entra com pedido de revogação de prisão
Prisão foi decretada esta semanaA advogada que representa o pai de santo acusado de abusar sexualmente de quatro crianças ingressou no TJMS (Tribuna...


Fico totalmente indignada com essa situação, pois acho que esse "pai de santo" devia ser preso sim.
Espero que a justiça realmente seja feita poi um cara desse não pode ficar solto por aí como se fosse inocente pelos seus atos.
 
Joyciane Crivelari em 15/07/2011 09:59:32
ESSE ANIMAL E SEUS COMPARSAS DEVEM PEGAR NO MINIMO UNS 100 ANOS DE CADEIA, APODRECER NA CADEIA, ALIAS, DEVIAM SER FUZILADOS POR ABUSAREM DE GENTE INOCENTE. MEU DEUS DO CÉU COMO UMA PESSOA PODE FAZER ISSO... TOMARA QUE A NOSSA JUSTIÇA FAÇA ESSES VERMES PASSAR O RESTO DA VIDA NA CADEIA.. TOMARA..
 
JOÃO PAULO em 15/07/2011 09:41:19
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions