A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

12/09/2015 10:19

Força tarefa orienta moradores a juntar lixo nas ruas para facilitar coleta

Antonio Marques e Mariana Rodrigues
Prefeito Alcides Bernal colocou a mão no lixo durante início dos trabalhos da força tarefa para limpar a Capital (Foto: Marcos Ermínio)Prefeito Alcides Bernal colocou a mão no lixo durante início dos trabalhos da força tarefa para limpar a Capital (Foto: Marcos Ermínio)

A força tarefa que iniciou a limpeza da cidade na manhã de hoje pela região central deve seguir para os bairros conforme planejamento feito pela Seintrha (Secretaria Municipal de Infraestruta, Transporte e Habitação). O prefeito Alcides Bernal (PP) disse que a equipe de voluntários vai fazer o serviço até que a empresa CG Solurb retome a coleta normal.

O prefeito, que está acompanhando o trabalho, declarou à imprensa que a força tarefa começou pelo centro em razão do grande acúmulo de lixo nas calçadas. “Centenas de voluntários estão trabalhando para que Campo Grande não fique a mercê do lixo”, declarou Bernal.

Há cerca de 20 anos trabalhando na prefeitura, o engenheiro da Seintrha, Mário Sérgio Cardoso, disse ser a primeira vez que se depara com tal situação. Atuando na operação emergencial, ele deu uma dica para que a população possa colaborar neste momento. “Se as pessoas puderem colocar o lixo de suas residências em um só local na rua vai facilitar o trabalho da coleta”, pediu ele, lembrando que os trabalhadores da força tarefa são voluntários e não vão receber nada por esse trabalho.

Mário Sérgio atualizou as informações sobre os números envolvidos na força tarefa, são cerca de 500 pessoas, 20 caminhões caçambas (6 são da prefeitura, sendo um para transporte de resíduos) e 12 máquinas pá carregadeiras.

Percorrendo algumas ruas, Alcides Bernal chegou até a recolher lixo próximo ao Centro Comercial Popular (Camelódromo) e foi cumprimentado por populares que passavam pela rua 15 de Novembro, próximo ao Mercadão Municipal Antonio Valente. “Hoje vamos entrar com ação judicial para que a Solurb retome a coleta do lixo. Vamos terminar a força tarefa só depois que a empresa voltar a fazer o serviço”, declarou ele.

A comerciária Siama Andrade, 20 anos, que estava na frente da loja em que trabalha, na Rua 14 de Julho, no momento em que o caminhão e os voluntários coletavam o lixo, considerou a medida “ótima. O cheiro do lixo já estava insuportável dentro da loja”, comentou, dizendo temer que o acúmulo pudesse provocar proliferação de mosquito da dengue e demais insetos. “O lixo já estava atrapalhando as pessoas a andarem nas calçadas e entrando nas lojas”, observou ela.

O presidente da Associação do Centro Comercial Popular (Camelódromo), Francisco José Pereira, agradeceu a atitude do prefeito e chegou a dizer que era um “momento de alegria, principalmente, com a presença do Bernal participando da ação, porque Campo Grande não merece passar por essa situação.”

Força tarefa iniciou a coleta nas ruas centrais nesta manhã, mas deve seguir para os bairros (Foto: Marcos Ermínio)Força tarefa iniciou a coleta nas ruas centrais nesta manhã, mas deve seguir para os bairros (Foto: Marcos Ermínio)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions