A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

12/05/2016 14:58

Fraude em medição de energia elétrica envolvia 50 pessoas, incluindo leiturista

Amanda Bogo
Leiturista reduzia o consumo da unidade consumidora em troca de dinheiro (Foto: Reprodução/Energisa)Leiturista reduzia o consumo da unidade consumidora em troca de dinheiro (Foto: Reprodução/Energisa)

Daniel Ramires e Claiton Galdino foram presos presos na manhã desta quinta-feira (12) suspeitos de participar de um esquema que fraudava medição de energia elétrica em Campo Grande, em que cerca de 29 mil quilowatts teriam deixado de ser computados.

Ramires era leiturista terceirizado da Energisa, concessionária do serviço. A polícia acredita que 50 pessoas estejam envolvidas em outros casos de manipulação. O crime está sendo investigado pela 5ª DP (Delegacia de Polícia).

A fraude foi descoberta após funcionários da Energisa desconfiarem que o supermercado de Galdino, no bairro Ramez Tebet, região sul da Capital, consumia pouca energia. Segundo boletim de ocorrência, funcionários do sistema inteligente de combate a perdas da companhia esperaram Daniel ir até o local efetuar a leitura para constatar a manipulação. Após sair do estabelecimento, o homem confessou receber R$ 200 para alterar os dados.

Cerca de 29 mil KW deixaram de ser computados nas leituras feitas no supermercado.  Durante a investigação, mais de 47 contas adulteradas foram encontradas na casa de Daniel, e a polícia acredita que as pessoas pagavam entre R$ 50 a R$ 1.000 para que o leiturista fizesse a redução no consumo de energia.

Ainda de acordo com a polícia, a unidade consumidora do supermercado registrava todos os meses o consumo de 600 kW, sendo que no local eram consumidos 2 mil KW. 

Em nota, a Energisa disse "não compactuar com esse tipo de conduta em seu quadro de funcional ou no de empresas contratadas", e que "preza pela atuação dentro das normas vigentes com foco na qualidade dos serviços prestados".



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions