A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018

10/10/2017 08:44

Garis saem para a coleta de lixo, mas equipes da varrição cruzam os braços

Salários dos trabalhadores começaram a ser depositados na noite de ontem, segundo sindicato

Anahi Zurutuza
Caminhão saindo da garagem da Solurb na manhã desta terça-feira (10) depois da assembleia (Foto: André Bittar)Caminhão saindo da garagem da Solurb na manhã desta terça-feira (10) depois da assembleia (Foto: André Bittar)

Trabalhadores da coleta de lixo decidiram não fazer greve no início da manhã desta terça-feira (10) em assembleia realizada na garagem da Solurb, a empresa responsável pelo serviço em Campo Grande. Já era quase 8h quando os caminhões começaram a sair para o trabalho que é feito ao longo do dia.

De acordo com o presidente do Steac-MS (Sindicato do Trabalhadores nas Empresas de Asseio e Conservação), Wilson Gomes da Costa, os salários começaram a cair na conta dos trabalhadores nesta segunda-feira (9) à noite. “O pessoal da coleta entendeu que está sendo depositado e decidiu trabalhar”, afirmou.

O sindicalista afirma que, entretanto, os funcionários de integram as equipes de varrição de ruas não têm previsão de receber e por isso, por enquanto, estão de braços cruzados. “Vamos fazer uma assembleia com eles e ver como vai ficar”.

Ameaça de greve - Sem receber os salários, trabalhadores da coleta de lixo se recusaram a sair da garagem da Solurb na manhã desta segunda-feira (9) e depois do sindicato negociar com a empresa, voltaram ao trabalho, ameaçando greve para hoje.

Os pagamentos deveriam ter sido depositados na sexta-feira (6), o quinto dia útil do mês.

O sindicato notificou a empresa sobre o atraso e possível paralisação no sábado (7) às 7h15 e por ofício, Solurb justificou que não havia recebido da prefeitura.

Na tarde de ontem, A Prefeitura de Campo Grande informou que depositou R$ 540 mil para a concessionária e conforme o secretário de Finanças do município, Pedro Pedrossian Neto, R$ 1,1 milhão, para completar o montante total do contrato, seria repassado hoje.

A Solurb tem 1,2 mil funcionários empregados na coleta e varrição de ruas.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions