ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, DOMINGO  09    CAMPO GRANDE 30º

Capital

Garras apreende motocicletas, carimbos e documentos na “oficina do bicho”

“O bicho pegou”, resumiu pessoa em áudio alertando sobre a suspensão das atividades ontem

Por Aline dos Santos e Marta Ferreira | 30/07/2020 10:13
Viaturas do Garras em oficina que guardava motocicletas da atividade ilegal. Na frente do local, há uma banca do jogo do bicho. (Foto: Divulgação)
Viaturas do Garras em oficina que guardava motocicletas da atividade ilegal. Na frente do local, há uma banca do jogo do bicho. (Foto: Divulgação)

Motocicletas, carimbos e relação de condutores foram apreendidas ontem (dia 29) pelo Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos a Banco, Assaltos e Sequestros). O flagrante foi no bairro Estrela do Sul e, em frente à oficina, havia uma banca do jogo do bicho.

Com uma banquinha inclusive nas proximidades da delegacia, no Bairro  Tiradentes, a passagem dos motociclistas para recolhimento de valores foi monitorada, sendo verificada a constante troca de motos. Segundo a Polícia Civil, estratégia para dificultar investigações.

Na oficina do Bairro Estrela do Sul, foram encontradas quatro motocicletas e documentos, demonstrativos da organização empresarial do controle da atividade, que é ilegal, mas conhecida de longa data em Campo Grande. Os conduzidos para a delegacia foram liberados após registro de TCO (Termo Circunstanciado de Ocorrência) pelo crime de menor potencial ofensivo.

“Bicho pegou” – Áudio divulgado ontem,  ao qual o Campo Grande News teve acesso, alertava a grupo do jogo do bicho que a corrida da tarde estava suspensa. Quem já jogou receberia o dinheiro e as bancas ficariam fechadas. “O bicho pegou”, resumiu a pessoa.

O jogo do bicho surgiu no Brasil há mais de 120 anos, com a criação de banco de apostas para evitar que o zoológico do Rio de Janeiro fechasse. Mas em 1941 passou a ser proibido pela lei como jogo de azar e considerado contravenção.