A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

16/12/2015 15:26

Governo convocará 2ª colocada em licitação para concluir Aquário

Waldemar Gonçalves
Obras do Aquário do Pantanal, em Campo Grande (Foto:Arquivo/Marcos Erminio)Obras do Aquário do Pantanal, em Campo Grande (Foto:Arquivo/Marcos Erminio)

O Governo de Mato Grosso do Sul convocará o segundo colocado na licitação para concluir as obras do Aquário do Pantanal, em construção no Parque das Nações Indígenas, em Campo Grande. A decisão vem após a Egelte negar-se a acatar ordem judicial para retomar o projeto.

A informação é do secretário estadual de Infraestrutura, Marcelo Miglioli, por meio de sua assessoria. Hoje terminou o prazo dado à Egelte para responder se iria ou não retomar a obra e, diante da negativa, o encaminhamento será a rescisão unilateral, com consequente convocação do consórcio formado pelas construtoras Azevedo & Travassos, de São Paulo, e DM, do Paraná.

Ainda conforme informações da Seinfra, a proposta apresentada pelo consórcio na licitação, concluída em 2011, foi de R$ 87,6 milhões, enquanto a Egelte venceu com orçamento de R$ 84,7 milhões. Atualmente, a obra já consumiu em torno de R$ 200 milhões, mas não foi concluída.

O governo não informou prazo para os procedimentos a serem adotados, ou seja, rescisão com a Egelte e convocação da Azevedo&Travassos/DM. Por meio de sua assessoria, a empresa paulista informou, nesta tarde, que aguardará comunicado oficial sobre a convocação para analisar a situação da obra e, então, posicionar-se a respeito.

A Egelte venceu a licitação, mas, em 2014, a Proteco foi sublocada e assumiu as obras. Investigada nas operações Lama Asfáltica e Coffee Break, a Proteco foi retirada do projeto pelo atual governo, que paralisou a construção há um mês por conta da recusa da Egelte.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions