A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

30/09/2013 11:39

Greve entra no 12º dia e aposentados têm dificuldade em sacar benefício

Aliny Mary Dias
Casal precisou voltar para casa sem o benefício do mês (Foto: Marcos Ermínio)Casal precisou voltar para casa sem o benefício do mês (Foto: Marcos Ermínio)

Com 88% das agências bancárias fechadas por conta da greve nacional da categoria, os próximos dias devem ser de tumulto e caixas eletrônicos lotados. Tudo porque o benefício dos aposentados do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) começou a ser pago e os salários de servidores públicos e privados começam a ser depositados entre hoje o 5º dia útil do mês.

A paralisação que começou há 12 dias aumentou na última semana e segundo a secretária geral do Sindicato dos Bancários de Campo Grande, Iaci Azamor, 88 das 100 agências estão fechadas.

A aposentada de 80 anos, Virgília Barbosa, saiu de casa cedo com objetivo de sacar o benefício na agência da Caixa Econômica Federal da Rua 13 de Maio. Chegando na agência, a mulher e o marido se depararam com o acesso aos caixas fechados, mas ainda tentaram sacar no caixa eletrônico.

“A gente tentou, mas não conseguimos mexer com as senhas de letras e ficamos sem o dinheiro. Agora vou ter que chamar meu filho para nos buscar e voltar outro dia”, conta a aposentada.

O transtorno também foi o mesmo para Antônio Poeta, de 67 anos. Além da dificuldade em sacar o benefício, o homem têm problemas há duas semanas para depositar e resgatar cheques.

Greve entra no 12º dia e segundo sindicato não há previsão de término (Foto: Marcos Ermínio)Greve entra no 12º dia e segundo sindicato não há previsão de término (Foto: Marcos Ermínio)

“Não tenho como fazer meus pagamentos e receber, estou com meu dinheiro bloqueado no banco e agora é esperar essa greve acabar”, explica o idoso.

Para Vilma Luiza, o problema foi depositar o dinheiro que está em mãos. Sem envelopes, ela e uma amiga percorreram duas agências e, indignadas, seguiram para a terceira. “É um absurdo, eles lutam por um salário melhor, mas nós saímos prejudicados”, completa.

Os bancários estão em greve desde a semana passada e a categoria pede reajuste de 11,93%, o que representa aumento real de 5% acima da inflação. Outro pedido é o fim das demissões e das metas abusivas e da terceirização. O mês de setembro é data-base para negociação salarial da categoria.



E isso tá certo? Os bancos tinham que se virar e deixar nem que seja um funcionário para atender ao publico.
 
MAXIMILIANO RODRIGO ANTONIO NAHAS em 30/09/2013 16:36:16
cada coisa em !!! qual a dificuldade de fazer novos concursos ???
 
ricardo momm em 30/09/2013 15:51:59
O que esses bancarios querem ? mais aumento, ja não trabalham, atendimento pessimo, principlamente caixa de brasil
 
eraldo a bento em 30/09/2013 12:26:33
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions