A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

28/10/2015 14:07

Guardas municipais aprendem a operar equipamento para vigiar usuários de crack

Flávia Lima
Micro-ônibus tem equipamento de ponta para monitorar usuários de drogas. (Foto:Divulgação)Micro-ônibus tem equipamento de ponta para monitorar usuários de drogas. (Foto:Divulgação)

Guardas municipais da Capital estão participando, até esta quinta-feira (29), de capacitação para operar o equipamento de videomonitoramento instalado em um micro-ônibus que irá atender o Programa Crack é Possível Vencer, do governo federal. O curso é viabilizado através de parceria entre a Secretaria Municipal de Segurança Pública e técnicos do Sistema de Monitoramento da Presidência da República.

O micro-ônibus do programa conta com câmeras que vão contribuir para atender as ações da política nacional de enfrentamento ao crack e outras drogas. Através do equipamento, os guardas poderão visualizar as atividades de venda e consumo de drogas. No interior, o veículo é equipado com computadores de alta tecnologia e as câmeras de longo alcance.

Os guardas que participam do curso fazem parte do Crack é Possível Vencer e já passaram por treinamento anterior. O curso está entre as ações da gestão municipal que visam a integração de todas as secretarias, com o objetivo de prevenir o consumo de drogas e promover a atenção integral ao usuário de crack.

Lançado em dezembro de 2011, o programa é um conjunto de ações para enfrentar de forma intersetorial os problemas relacionados ao uso de drogas. A proposta é ampliar a oferta de tratamento de saúde e atenção aos usuários de entorpecentes, além de enfrentar o tráfico e as organizações criminosas.

As ações estão estruturadas em três eixos: cuidado, autoridade e prevenção. O primeiro inclui ampliação e qualificação da rede de atenção à saúde voltada aos usuários. No eixo autoridade, o foco é a integração de inteligência e cooperação entre Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e polícias estaduais, a realização de policiamento ostensivo nos pontos de uso de drogas nas cidades, além da revitalização desses espaços. Já o eixo prevenção abrange ações nas escolas, nas comunidades e de comunicação com a população.

Ministério da Saúde libera R$ 1 milhão para combate ao crack em MS
O Ministério da Saúde liberou R$ 1 milhão para combate ao crack em Campo Grande e Costa Rica. A Capital terá a maior fatia dos recursos: R$ 782.640. ...
Traficante vendia sabonete de motel raspado como crack
Um homem foi preso na noite de ontem (18) na cidade de Chapadão do Sul, cidade distante 321 quilômetros de Campo Grande, por tráfico de drogas, ao co...
Homem de 30 anos é esfaqueado e fica em estado grave
Bartolomeu Gomes de Araújo Barbosa, 30 anos, ficou gravemente ferido após ser atingido a golpes de faca no abdômen, na noite de ontem (12), na Rua Bo...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions