A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 24 de Janeiro de 2018

07/12/2011 11:53

Há 4 dias esperando por cirurgia na Santa Casa, jovem reclama de descaso

Paula Vitorino

O jovem Maikon Molina da Silva, de 19 anos, espera há quatro dias por uma cirurgia na Santa Casa, em Campo Grande. Seus familiares reclamam da falta de informação no hospital e descaso no atendimento.

“O médico só veio olhar uma vez e nunca mais apareceu. Não tem nem previsão de cirurgia, ninguém fala nada”, diz Maikon.

De acordo com a esposa do rapaz, Stefani Areco, ele foi internado na Santa Casa por volta das 20h de domingo (4) e desde então aguarda atendimento na enfermaria. Eles moram no assentamento Paulo Freire, em Dois Irmãos do Buriti.

O rapaz precisa passar por duas cirurgias no rosto porque quebrou o maxilar em dois pontos. Stefani diz o marido sente dores o dia todo, mesmo com a medicação.

Ela reclama que não existem enfermeiros suficientes para atender os pacientes e, como não pode ficar no quarto acompanhando o marido, ele não consegue tomar banho sozinho.

“Não tem ninguém pra ajudar ele a tomar banho. Por conta dos machucados ele não pode abaixar a cabeça que senti tontura. Como ele pode ficar lá sem ajuda?”, questiona.

Resposta - A assessoria da Santa Casa informou que as duas cirurgias de Maikon devem ser feitas na próxima semana, entre segunda e terça-feira. Segundo a assessoria, o jovem está sendo bem cuidado e recebendo todas as medicações necessárias.

O hospital afirma que o rapaz só não passou pelas cirurgias ainda porque o médico está esperando o rosto da vítima desinchar.



eu fiquei 15 dias na santa casa fiz duas cirurgias,e não tenho do que reclamar do meu atendimento.tenho sim que agradecer a todos os médicos e enfermeiros.
 
carlos pinzan em 07/12/2011 05:00:36
Pode até estar sendo bem cuidado, porém, o pessoal da Santa Casa não estão nem aí com os pacientes e muito menos com os familiares, eles podiam muito bem ir até a esposa deste rapaz e explicar certinho o que está acontecendo , e o por que ainda não fez a cirurgia, mas eles preferem ficar calados, fingir que não existem. É descaso sim , com o paciente e com a família.
 
Estela Martines em 07/12/2011 02:29:12
Deve ser padrão de atendimento da saúde pública.
Eu mesma fique 14 DIAS NO ROSA PEDROSSIAN para uma simples cirurgia de vesícula.
Se houvesse um pensamento um pouco mais pautado na eficiência princípio do serviço público, priorizar as cirurgias para liberar o paciente da internação seria o ideal, evitando custos com alimentação, medicação paliativa até a cirurgia e tudo o mais.
Mas não...
 
Madalena Sortioli em 07/12/2011 01:13:56
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions