A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 21 de Agosto de 2019

01/08/2019 17:19

Homem é esfaqueado pelo irmão e foge de posto de saúde

Ele foi até a casa do conhecido, no Núcleo Industrial, depois de fugir de uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento)

Geisy Garnes e Aletheya Alves
Boné da vítima e parte da faixa ensanguentada (Foto: Aletheya Alves)Boné da vítima e parte da faixa ensanguentada (Foto: Aletheya Alves)

Um homem foi socorrido com um corte no pulso após ser esfaqueado pelo próprio irmão, durante uma briga por ciúmes do namorado. Depois do crime, a vítima fugiu de uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento) e procurou ajuda de um amigo no Núcleo Industrial, região Oeste de Campo Grande.

Evaristo Viena Pio, de 53 anos, contou ao Campo Grande News que a vítima não mora na região, mas presta serviços no Núcleo Industrial. Os dois se conheceram por conta disso e se tornaram amigos.

Nesta tarde, ele arrumava uma maquina em casa quando ouviu alguém chama-lo na porta. Ao sair encontrou o amigo com o braço ensanguentado e o pulso enfaixado. Ele pediu ajuda e contou que foi esfaqueado pelo próprio irmão, depois de uma crise de ciúmes da relação dele com o cunhado.

A vítima contou a Evaristo que chegou a procurar socorro em uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento), mas resolveu fugir da unidade quando foi avisado que seria transferido para a Santa Casa. Para chegar à casa do amigo, pediu carona para um ciclista.

“Me assustei quando vi ele”, contou. Evaristo pediu para o homem tirar a faixa e viu que ele tinha um corte profundo no punho. Para ajudar a vítima, o morador usou as dicas de um curso de primeiros socorros que participou. Limpou o ferimento e em seguida usou uma camisa e fita adesiva para fechar o corte.

“Por causa da dor ele ficava fechando a mão. Eu sabia que não podia, então passei bastante fita nos dedos dele, para ele ficar com ela aberta”, lembrou Evaristo. Durante todo o socorro, a vítima permaneceu deitada, já que havia perdido muito sangue e estava fraca.

Enquanto Evaristo ajudava a vítima, os vizinhos chamaram o Corpo de Bombeiros, que a levaram para uma unidade de saúde. “Ajudei do jeito que pude. Se eu ver qualquer pessoa passando mal vou ajudar, não importa quem seja”, afirmou. Essa não seria a primeira vez que a vítima é esfaqueada pelo irmão durante uma briga.

Manchas de sangue ficaram no chão da casa (Foto: Aletheya Alves)Manchas de sangue ficaram no chão da casa (Foto: Aletheya Alves)
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions