ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, DOMINGO  25    CAMPO GRANDE 21º

Capital

Homem morre após ser atingido por raio na área rural de Campo Grande

Nadyenka Castro e Jeozadaque Garcia | 16/02/2012 17:59

Thiago Bechuate Correa, 30 anos, estava debaixo de uma árvore, na chácara da família. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu

Esposa de Thiago em desespero, amparada por familiares, enquanto o marido é socorrido. (Foto: Marlon Ganassin)
Esposa de Thiago em desespero, amparada por familiares, enquanto o marido é socorrido. (Foto: Marlon Ganassin)

Thiago Bechuate Correa, 30 anos, morreu na tarde desta quinta-feira após ser atingido por um raio, na chácara da família, em Campo Grande. Ele foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel da Urgência), mas não resistiu. Ele morreu no trajeto entre a chácara e o hospital.

Thiago morava na chácara com os filhos, de 16 e dois anos, e a esposa. Nesta tarde, no momento em que ocorria um vendaval com descargas elétricas, Thiago se abrigou embaixo de uma árvore e acabou sendo atingido por um raio.

A família chamou o Corpo de Bombeiros e avisou que Thiago já estava inconsciente. Quando os militares chegaram ao local - 16 quilômetros após a área urbana da Capital, na saída para Rochedinho, tiveram que arrombar um portão cadeado e encontraram a vítima desacordada, na caminhonete da família.

Thiago foi tirado do veículo e colocado na viatura. Alguns quilômetros depois, o atendimento passou a ser feito pelo Samu. No trajeto em direção à Santa Casa, Thiago morreu.

Abalada, a família não quis falar com a imprensa. Apenas o filho mais velho de Thiago conversou rapidamente com o Campo Grande News. Ele contou que estava na escola quando ligaram no celular dele pedindo para voltar, pois havia ocorrido um problema.

Ao chegar na chácara descobriu que o pai havia sido atingido por um raio. O adolescente lembra que um determinado dia ajudava o pai na lida com os porcos quando ambos foram atingidos por descarga elétrica. “Eu segurava no balde e meu pai falava ao celular. Aí caiu um raio e a gente levou um choque”.

A orientação do Corpo de Bombeiros é não procurar abrigo sob árvores em caso de temporal porque a tendência é a raiz da planta servir de condutora da descarga elétrica.

Nos siga no Google Notícias