ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, DOMINGO  23    CAMPO GRANDE 30º

Capital

Homem morre após ser atingido por raio na área rural de Campo Grande

Por Nadyenka Castro e Jeozadaque Garcia | 16/02/2012 17:59

Thiago Bechuate Correa, 30 anos, estava debaixo de uma árvore, na chácara da família. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu

Esposa de Thiago em desespero, amparada por familiares, enquanto o marido é socorrido. (Foto: Marlon Ganassin)
Esposa de Thiago em desespero, amparada por familiares, enquanto o marido é socorrido. (Foto: Marlon Ganassin)

Thiago Bechuate Correa, 30 anos, morreu na tarde desta quinta-feira após ser atingido por um raio, na chácara da família, em Campo Grande. Ele foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel da Urgência), mas não resistiu. Ele morreu no trajeto entre a chácara e o hospital.

Thiago morava na chácara com os filhos, de 16 e dois anos, e a esposa. Nesta tarde, no momento em que ocorria um vendaval com descargas elétricas, Thiago se abrigou embaixo de uma árvore e acabou sendo atingido por um raio.

A família chamou o Corpo de Bombeiros e avisou que Thiago já estava inconsciente. Quando os militares chegaram ao local - 16 quilômetros após a área urbana da Capital, na saída para Rochedinho, tiveram que arrombar um portão cadeado e encontraram a vítima desacordada, na caminhonete da família.

Thiago foi tirado do veículo e colocado na viatura. Alguns quilômetros depois, o atendimento passou a ser feito pelo Samu. No trajeto em direção à Santa Casa, Thiago morreu.

Abalada, a família não quis falar com a imprensa. Apenas o filho mais velho de Thiago conversou rapidamente com o Campo Grande News. Ele contou que estava na escola quando ligaram no celular dele pedindo para voltar, pois havia ocorrido um problema.

Ao chegar na chácara descobriu que o pai havia sido atingido por um raio. O adolescente lembra que um determinado dia ajudava o pai na lida com os porcos quando ambos foram atingidos por descarga elétrica. “Eu segurava no balde e meu pai falava ao celular. Aí caiu um raio e a gente levou um choque”.

A orientação do Corpo de Bombeiros é não procurar abrigo sob árvores em caso de temporal porque a tendência é a raiz da planta servir de condutora da descarga elétrica.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário