ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, DOMINGO  01    CAMPO GRANDE 16º

Capital

Homem que sequestrou técnica de enfermagem é preso no Noroeste

Camisetas, boné e relógio roubados no sequestro também foram recuperados pela polícia

Por Adriano Fernandes | 16/06/2021 20:24
Camisetas, boné e relógios tomado no sequestro. (Foto: DERF) 
Camisetas, boné e relógios tomado no sequestro. (Foto: DERF)

Foi preso no Jardim Noroeste o homem, de 34 anos, que fez uma técnica de enfermagem da Santa Casa refém por 4h, na manhã desta segunda-feira (15), em Campo Grande. A mulher que atuou de comparsa do suspeito continua foragida.

Assim que o caso foi registrado pela vítima, agentes da Derf (Delegacia Especializada de Repressao a Roubos e Furtos) iniciaram as investigações pelos bairros das regiões do Bandeira e Prosa, na Capital. Até uma campana foi montada na noite de ontem (15) atrás dos criminosos.

Após horas de monitoramento e buscas em diversos endereços, os agentes encontraram o suspeito no Bairro Noroeste e o encaminharam para a sede da delegacia. Ele, inclusive, estava usando uma das camisetas que comprou no Extra Supermercado com um dos cartões da vítima. Outras camisetas, boné e relógio que foram tomados no sequestro também foram recuperados. Ainda não há informações sobre o paradeiro da comparsa do assaltante.

Sequestro e roubo - A técnica de enfermagem, de 27 anos, foi sequestrada por volta das 07h enquanto estava estacionando o seu veículo na Rua General Mello, lateral da Santa Casa, hospital onde ela trabalha. Usando pé de cadeira como se fosse o cano de uma arma de fogo, o casal entrou no carro, e obrigou a vítima dirigir para eles por cerca de quatro horas.

Na posse dos cartões da vítima o casal sacou R$ 300,00, e ainda fez compras com o cartão de crédito em vários estabelecimentos comerciais da Capital, entre eles os supermercados Comper e o Extra. Depois de horas de aflição a técnica de enfermagem foi obrigada a deixar a mulher na região do Jardim Noroeste, já o homem fugiu ao descer do veículo na Rua Joaquim Murtinho.

Dentro do carro a vítima achou um cartão de vacinação e com isso procurou equipe da PM (Polícia Militar) que a levou até a DERF (Delegacia Especializada de Roubos e Furto) onde o crime foi registrado.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário