ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, DOMINGO  01    CAMPO GRANDE 27º

Capital

Idosa tem celular clonado e perde quase R$ 56 mil em transferências bancárias

Três transferências foram realizadas para conta de uma mesma pessoa; caso de estelionato é investigado

Por Liniker Ribeiro | 21/06/2021 14:46
Estelionato contra idosa foi registrado na em delegacia do Centro de Campo Grande (Foto: Henrique Kawaminami)
Estelionato contra idosa foi registrado na em delegacia do Centro de Campo Grande (Foto: Henrique Kawaminami)

Idosa, de 74 anos, teve quase R$ 56 mil de prejuízo após descobrir transferências não autorizadas de sua conta bancária. Com pelo menos três transações realizadas, duas delas por meio da ferramenta “Pix”, a vítima acredita ter tido o celular clonado.

Conforme boletim de ocorrência registrado pela mulher, por volta das 10h desta segunda-feira (21), o gerente da agência bancária onde possui conta entrou telefonou para o celular da auxiliar da vítima, pedindo para falar com ela.

Foi nesse momento que a idosa foi informada sobre as transferências, desconhecendo os procedimentos. Parte do dinheiro foi encaminhado à conta de um homem por meio do sistema Pix, sendo a primeira transação no valor de R$ 11.221,21. O segundo Pix transferido totalizou R$ 21.770,37.

A terceira transação foi de R$ 22.761,62. Todas as transferências foram realizadas em nome de uma mesma pessoa. A vítima declarou não conhecer quem recebeu o dinheiro e que acredita ter tido o celular clonado.

O caso foi registrado como estelionato na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro de Campo Grande.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário