A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

31/08/2011 12:00

Idoso de 73 anos mata esposa de 65 a tiros e depois comete suicídio

Nadyenka Castro e Paula Vitorino

Filhos disseram que o pai fazia tratamento contra um câncer e apresentava quadro de depressão

Revólver calibre 38 de onde saíram os tiros que mataram os idosos. (Foto: Pedro Peralta)Revólver calibre 38 de onde saíram os tiros que mataram os idosos. (Foto: Pedro Peralta)
Vizinhos e familiares ficaram em frente à casa de Miguel e Josefa.(Foto: Pedro Peralta)Vizinhos e familiares ficaram em frente à casa de Miguel e Josefa.(Foto: Pedro Peralta)

Miguel Cazuza Ferreira, 73 anos, e a esposa dele, Josefa Alexandrina de Siqueira, 65 anos, foram encontrados mortos na manhã desta quarta-feira na casa onde moravam, na rua Brigadeiro Tiago, Jardim das Perdizes, em Campo Grande.

De acordo com o delegado Wilton Villas Boas, pela disposição dos corpos e informações da família, tudo indica que Miguel matou Josefa e depois cometeu suicídio.

Uma das filhas do casal foi nesta manhã à residência onde os pais moravam buscar Miguel para leva-lo ao médico. Ela chamou por eles, mas como não foi atendida, tentou entrar, mas as portas estavam trancadas.

Diante da situação, uma porta foi arrombada, a mulher entrou e encontrou a mãe morta na cama e o pai ao lado, no chão.

A Polícia foi acionada e verificou que Josefa foi atingida por dois tiros nas costas e que Miguel se matou com um no peito.

Conforme o delegado Wilton Villas Boas, a arma utilizada é um revólver calibre 38 e de acordo com informações colhidas por ele no local, pertencia ao casal.

Familiares disseram à imprensa apenas que Miguel fazia tratamento contra um câncer de próstata e apresentava sinais de depressão.

Cinco dos sete filhos do casal, que morava sozinho, estavam no local. Todos abalados e sem entender o que havia acontecido. “Não tem explicação”, disse um dos filhos que não quis conversar com a imprensa.

Além de sete filhos, Miguel e Josefa tinham três netos e cinco bisnetos. Vizinhos disseram que o casal morava na residência há muitos anos e nunca viram qualquer situação de violência entre eles.

A dona de casa Marlene Alves de Lima, 55 anos, conta que no fim da madrugada de hoje ouviu ‘explosões’ que ela pensou ser ‘bombinhas’ e não deu atenção.

Após saber das mortes, acredita que o barulho que ouviu eram os tiros. Ela conta que não ouviu discussão entre Miguel e Josefa e acredita que se tivesse havido teria escutado.

Marlene fala que mora no local há muitos anos e nunca soube de nada que desabonasse o casal, que ela definiu como “um casalzinho de velhos muito unido”. “Ela saída de casa para ir a igreja e ao posto de saúde. Ele ficava varrendo aqui na frente e fazendo serviços de casa”, lembra.

A agente de saúde responsável por Miguel e Joseja, que não quis se identificar, diz que os filhos moraram com os pais até casarem e que nenhum deles nunca aparentou ser violento.

Afirmou ainda que os filhos visitavam os pais diariamente.



Gostaria de agradecer a todos pelas mensagens enviadas, só agora li todas, obrigada pela solidariedade e pelo carinho eles sempre falava muitos de vocês todos.
A paz do Senhor Jesus esteja com todos vocês sempre.
 
LUIZA CAZUZA em 16/09/2013 10:48:31
Que Deus os abençõe e conceda á família o conforto que necessitam nesta hora de dor...meus pêsames !!!!
 
Clair José em 01/09/2011 09:44:24
Conhecia o casal..... principalment do na Josefa...participava todo sabado das celebrações na comunidade São Francisco de Assis. Meus sentimentos a familia e que a SANTISSIMA TRINDADE de o alento necessário confortando seus corações e os acolha na morada definitiva......
 
sergio freitas em 01/09/2011 05:02:03
Neste momento nada que venha-mos dizer pode amenizar a dor da perda, mas que DEUS tenha misericórdia dessa familia pois o inimigo está ai pra matar, roubar e destruir e isso é biblico e portanto cabe a nós vigiar-mos para que ele nao entre em nossa casa e acabe com tudo que DEUS criou. meus sentimentos pra toda a familia
 
eder castilho em 01/09/2011 01:09:36
conhecia o casal a tempos.......principalment dona JOSEJA que todos os sabados sentava no mesmo banco da igreja SÃO FRANCISCO DE ASSIS. em frent de sua casa... meus pesamens a familia cazuza por esta perda tão valiosa para nossa comunidade...... que a trindade santa possa confortar todos os próximos e que suas almas possam encontrar um repouso seguro........Que São Francisco de Assis de PAZ aos corações desta familia......
 
sergio f. silva em 31/08/2011 09:02:42
Que Deus os coloque em bom luga eu passava todos os dias pra levar meu entiado para a escola lo pela manhâ e ele seu Miguel estava sempre varrendo lá fora. Que eles descanse em paz.
 
Fabiana Andrade em 31/08/2011 06:30:47
Os meus sentimentos à familia enlutada. Que Deus os fonforte.
 
jose alfredo de melo em 31/08/2011 06:02:44
MEUS SENTIMENTOS A TODA A FAMILIA QUE DEUS DE MUITA FORÇA A TODOS VCS, POIS E UM MOMENTO MUITO DIFICIL QUE DEUS SEJA MISERICORDIOSO POIS CONHEÇO E CONSEDERO TODA A FAMILIA A MUITO TEMPO
 
edelson da farmacia em 31/08/2011 05:02:33
A Comunidade São Francisco esta de Luto, Dona Joseja participava sempre das missas nos sábadas, vamos sentir sua falta, que Deus a tenha.
 
Edivaldo André em 31/08/2011 04:14:54
é cada coisa que acontece ¬¬ ficamos ate passadooos
 
Aline Portilho em 31/08/2011 03:35:08
meus sentimentos a familia do miguel e dona josefa que Deus o tenha em bom lugar conhecia o casal ha muito tempo desde o interior nada que os desabone.braga da farmacia.
 
rosenaldo braga em 31/08/2011 03:14:43
Meus sentimentos a familia, é uma situação muito triste que Deus tenho misericordia
 
Elias camilo em 31/08/2011 01:19:43
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions