A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

21/02/2011 16:36

Jogador Diego perde mais uma em processo contra Jamil Name

Por unanimidade, os desembargadores 5ª Turma Cível decidiram pela quarta vez em favor da famílai Name no caso que envolve o jogador de futebol Diego, que hoje atua na Alemanha.

Foram julgados na tarde de hoje, embargos de declaração em agravo regimental, instrumento para contestar “obscuridades, contradições ou omissões” em sentença proferida anteriormente.

O agravo foi impetrado depois de decisão do TJ (Tribunal de Justiça) que manteve em poder da família Name 1681 mil cabeças de gado bovino apreendidas em propriedades rurais de Mato Grosso do Sul, pertencentes ao jogador Diego, que trava uma disputa judicial com a família.

De acordo com o relator do processo, Des. Vladimir Abreu da Silva, as obscuridades e omissões são inexistentes. “O embargante somente alega que foi realizada apreensão de gado em número maior do que o devido, contudo em uma argumentação unilateral, em momento algum demonstrou a propriedade dos semoventes apreendidos em excesso e consequentemente o prejuízo pelo ato praticado, mesmo motivo pelo qual entendo que não há que se falar que o mandado de busca e apreensão extrapolou os limites decorrentes da decisão da qual adveio, em afronta ao artigo 486 do Código de Processo Civil”, disse o desembargador em seu voto.

Os desembargadores da 5ª Turma Cível, responsáveis pelo despacho, já haviam julgado dois recursos contra decisão anterior.

Uma das principais alegações dos advogados do jogador é que a ordem de apreensão foi cumprida em excesso. "A decisão determina a apreensão de 628 reses, mas foram retiradas da propriedade 1681".

Os representantes legais da família Name, em contrapartida, afirmam que a empresa do jogador deixou de cumprir com as obrigações acordadas nos contratos de compra e venda de propriedades e de arrendamento de animais.

No dia em que o CNJ (Conselho Nacional de Justiça) faz audiência pública para debater o funcionamento da Justiça Estadual de Mato Grosso do Sul, em 1º de dezembro do ano passado, o pai do jogador criticou o posicionamento do TJ (Tribunal de Justiça) do Estado na disputa que envolve a empresa Triplic, da qual o esportista é sócio, e os empresários Jamil Name e Jamil Name Filho.

Djair Silvério da Cunha cobrou ao CNJ investigação a respeito do caso, lembrando escândalo envolvendo Jamil Name, o fato de ele ter se transformado em credor de inúmeros precatórios, a ponto de o pagamento ser vetado.

Dias antes, em 18 de novembro, também a 5ª Turma Cível manteve em poder da família Name as 1681 mil cabeças de gado bovino apreendidas em propriedades rurais de Mato Grosso do Sul pertencentes à Trilpc.

A decisão, conforme o texto assinado pelo pai de Diego, foi dada mesmo sem ter sido anexado um documento importante, um comprovante de entrega de 16 touros pelos Name à Trilpc.

A ausência do documento foi notada pela Turma, mas, conforme assinala Djair no texto, foi considerada de menor importância. Além disso, afirma, houve autorização para que os Name entregassem inúmeros documentos posteriormente.

A briga envolve 3 imóveis rurais arrendados e ainda um contrato de parceria pecuária e a compra e venda de gado. O valor envolvido superaria os R$ 10 milhões.

Os representantes legais de Diego alegam que nunca receberam nota fiscal do gado envolvido na parceria, que previa a entrega por Diego das rendas obtidas com a venda do gado, o que foi justificativa para que a renda não fosse entregue.

Por esse motivo, Jamil Name foi à Justiça e conseguiu a decisão favorável para apreensão do gado comprado por Diego.



Esse mesmo tribunal já liberou um precatório milionário para esse " pobre coitado" que precisava de tratamento médico. Imagina se um jogador meia-boca vai ganhar do "pelé" do pântano. É só ver as fotos das colunas sociais para ver onde a "coruja dorme". CNJ onde está voce?
 
Carlos Castro em 22/02/2011 12:25:10
Diego meu amigo, procure outro lugar pra buscar por seus direitos , pois aqui ninguem pode com essa familia , concerteza esses desembargadores ganham algum beneficios por causa disso , vai para o Superior Tribunal de Justiça.

Abraços
 
Luiz Carlos Martins em 22/02/2011 11:25:34
O Oriente Médio é aqui!
 
adalberto rebelo em 22/02/2011 10:53:28
Entre aquilo que é lei, e o que é justo, existe um espaço vazio, e a maracutaia deita e rola, os poderosos tanto da caneta como do dinheiro adoram.
 
Atilio V Guedes em 22/02/2011 10:27:56
Diego, que dó ve vc. Será que não tinha um filho de Deus p/ te avisar, que não se pode fazer negocios com a família Name no MS. Eles mandam neste estado a muitos anos.
Estou torcendo que vc consiga no STJ.
 
Joana Silva em 22/02/2011 10:12:32
Um dia.... Quem sabe... Talvez... Mas, por enquanto não! Que dor, que vergonha! Aguardo o dia em que as comportas farão desaguar todo tipo de injustiça, nesse dia serei aliviado, e eles sentirão a mesma dor que sinto. Só por Deus!
 
Tito Lívio em 22/02/2011 09:40:57
Pois é meu amigo, procure outro lugar pra buscar por seus direitos com lealdade porque aqui...hum...dificil sair alguma coisa à seu favor...falo por experiencia propria. Abraços e muita sorte.
 
Edijane Nascimento de Queiroz em 22/02/2011 08:26:40
Diego, infelizmente já precisei dos "serviços" do Tribunal de "justiça" de mato grosso do sul, e mesmo tento direito nunca obtive resultado favoravel por isso lhe aconselho a desistir de tentar algo com esse tribunal de "justiça", pois em se tratanto da familia com a qual é a disputa judicial vc nunca vai ganhar , aqui não !
 
carlos gomes em 22/02/2011 08:06:26
Acredito, que em nivel de recurso esta causa não podera chegar ao supremo, mas ao senhor diego desejo sorte, pois aqui no estado as coisas, digamos, não são assim la muito claras e mesmo uma personalidade como Diego pode ser facilmente abatida por essas bandas....
 
agricio Araujo em 22/02/2011 08:04:45
Uns votam a favor com medo de morrer !!
Outros porque terão algum beneficio !!!
 
carlos gomes em 22/02/2011 07:59:26
Diego,sinceramente desiste de entra com ações contra eles pois vai ser sempre derrota para voce,aumentando assim seu prejuizo,aprende e recorra em esferas maiores livres da influencia dos mesmos.
 
marcelo argemon em 22/02/2011 07:48:24
Diego joga na vaca grupo e milhar, seco quem sabe vc ganha dos Names.
 
Paulo Gonçalves em 22/02/2011 07:45:33
É uma vergonha tudo isso, pois coloca a magistratura de MS lá pra baixo. Lembram daquele caso de falta de pagamento de pensão que o cara não foi preso??? Afinal, ele era Cônsul, não podia ir para a cadeia. VERGONHOSO tudo isso. Mato Grosso do Sul precisa de muitos Odilons de Oliveiras (ou pelo menos a metade, em caráter).
 
Jonas bilder em 22/02/2011 07:10:25
Como diz um amigo meu "todo dia sai um bobo na rua, e de quem pegar primeiro". Negocio com malandro nunca acaba bem. Fazer negocio com contrabandista,bicheiro e mafioso nao poderia acabar bem.
 
Paulo Leandro de Almeida em 22/02/2011 07:04:56
va diego direto pro SUPERIOR....aqui ta tudo dominado por esta familia!
 
marcos socram em 22/02/2011 06:47:48
Qualquer demanda no TJ/MS tendo como parte litigante esta família, o resultado é um só! o resultado está aí... temos ainda o famigerado caso do precatório e teremos ainda outros... aguardem!; com a palavra os nobres desembargadores.
 
marcio leite em 21/02/2011 08:30:01
Concordo com a Aparecida Rocha.Esse TJ do MS... esses Desmbargadores sem comentários...O dinheiro do Diego sei que é do FUTEBOL,que por sinal é um jogador famoso internacionalmente.
 
neide de oliveira em 21/02/2011 07:57:04
Precisam informar o jogador Diego e seus pares que Campo Grande infelismente é uma ilha de turcos ( q mandam e desmandam) cercada de japonês por todos os lados ( os q trabalham). Não vai ganhar nadinha neste TJ omisso onde nadam de braçada. A operação Uragano revelou e o CNJ cooptou...um abraço pro gaiteiro
 
josé antonio lofredo em 21/02/2011 07:34:24
Diego acorda rapaz ninguem pode com essa familia aqui no mato grosso do sul.....
 
juliano lessa sartori em 21/02/2011 06:57:47
Não foi os names que conseguiram furar a fila dos precatórios?precisa dizer mais alguma coisa?.justiça existe ou não passa de lenda tipo saci perêrê,lobisomem etc.Justiça só de DEUS.
 
nilson franco de oliveira em 21/02/2011 06:43:21
diego aki vvc nao ganha nada nesta justiça de ms,pq jallad na justiça e name no governo esquece.vai pro tribunal superior ai sim vc tem sanches mas por enquanto tem estes ai na justiça esquece
 
jose silva em 21/02/2011 06:39:11
QUER UM CONSELHO DIEGO!!! VA PARA O SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL ACREDITO QUE LA A COISA DEVE SER IMPARCIAL AQUI !!::::: AH!AH! sera que ninguem te alertou
 
aparecida rocha em 21/02/2011 06:16:50
O conselho nacional de justiça já foi embora, então hehehehehehehehehehehehehehe heheheheheheheheheh ehehehehehehehehehehehehehe.
 
Antonio Mazeica em 21/02/2011 05:13:00
Pai de Diego volta a criticar TJ e cobra ação do CNJ
No dia em que o CNJ (Conselho Nacional de Justiça) faz audiência pública para debater o funcionamento da Justiça Estadual de Mato Grosso do Sul, o pa...
TJ decide a favor de Name na briga por gado com Diego
Decisão do TJ (Tribunal de Justiça) desta tarde manteve em poder da família Name 1681 mil cabeças de gado bovino apreendidas em propriedades rurais d...
Advogado diz que Name foi enganado por empresa de Diego
O advogado de Jamil Name e Jamil Name Filho garante que em dois anos de arrendamento de gado à empresa do jogador Diego (ex-Santos) nunca foi repassa...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions