A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

12/06/2012 07:32

Jornalista Denise Abraham morre depois de ficar internada por mais de 15 dias

Luciana Brazil
Foto de Denise jovem: carreira como jornalista começou na década de 1970. (Foto: Álbum de família)Foto de Denise jovem: carreira como jornalista começou na década de 1970. (Foto: Álbum de família)

Morreu em Campo Grande, na noite de ontem, a jornalista Denise Abraham, 55 anos. Ela estava internada no hospital El Kadri desde o dia 26 de maio, onde tratava de uma insuficiência respiratória.

Deixa a filha Yolanda e o esposo, o jornalista João Naves de Oliveira.

O corpo da jornalista está sendo velado na capela da Pax Real, na avenida Bandeirantes. O sepultamento está marcado para as 14h30, no cemitério Parque das Primaveras.

Denise trabalhou em vários meios de comunicação em São Paulo. Foi assessora de imprensa da Presidência da República durante o governo Sarney.

Ficou conhecida nacionalmente na campanha para presidencia em 1989, por causa de uma polêmica entrevista com Leonel Brizola, quando o pedetista perdeu a linha ao responder uma pergunta sobre o período da Ditadura.

Memória- Formou-se em jornalismo, em 1978, pela Faculdade Metodista do ABC. Trabalhou como assessora de imprensa do BNH (Banco Nacional da Habitação) e ocupou o mesmo cargo na Sanesul (Empresa de Saneamento do Estado de Mato Grosso do Sul).

Foi apresentadora, editora e repórter da TV Morena. Na TV Campo Grande, Denise ocupou o cargo de diretora executiva de jornalismo. Passou por emissoras de rádio, além do jornal impresso do grupo Correio do Estado.

Durante discussão, adolescente de 17 anos é esfaqueado pelo amigo
Um jovem de 17 anos foi levado em estado grave para a Santa Casa após ser esfaqueado na noite deste sábado, na frente da casa em que mora no Bairro G...
Após furtar obra, ladrão é capturado por moradores e ferido a tiros
Marcio Estacio Duarte Teixeira, de 31 anos, foi socorrido a Santa Casa de Campo Grande após ser atingido por dois tiros na madrugada deste domingo (1...


Nenhuma universidade é capaz de reproduzir experiências jornalísticas que se pode ter com alguns profissionais e Denise Abraham certamente foi uma dessas pessoas. Tive a oportunidade de começar minha carreira ao lado dela e o sentimento que fica é de um grande vazio. Perdemos uma grande mestre, mas ela deixa um legado de garra e respeito. Meus sentimentos.. Naves e Yolanda.
 
Jonatan Morel em 18/06/2012 11:17:16
Denise foi amiga e querida colega sempre disposta a cumprir a pauta. Trabalhava com dignidade e seriedade. Deixa uma lacuna na comunicação do MS. Ela viu tudo começar neste estado. Meus sentimentos ao Naves e família.
 
myrian fenner em 13/06/2012 05:17:29
Tive a oportunidade de ser entrevistado por tão competente jornalista. Cordial, inteligente e extremamente profissional, contribuiu sobremaneira com a imprensa nacional. A sua perda deixa uma significativa lacuna no telejornalismo sul-matogrossense em especial. Meus sinceros sentimentos à família. Cel PMRR Eurico.
 
Antonio Eurico em 12/06/2012 10:14:54
Fiquei muito triste com a noticia do falecimento de Denise, meus pesames ao Neves. Trabalhamos juntos na TV Campo Grande no inicio da dacada de 80, era ela e a Sandra. Que tempos gostosos do pionerismo, do inicio da liberdabe na imprensa... as reportagens sobre o bromato no pao, a fuga e morte do Aramis, sequestrador do Ludinho, e os abracos do Arri Amorin... Descanse em paz Denise!
 
Eduardo Cruz em 12/06/2012 10:06:19
Apesar de uma convivência distante sempre admirei e respeitei a profissional e amiga Denise. DEUS há de confortar os seus familiares!!! Descanse na PAZ de CRISTO!
 
Marquinhos Trad em 12/06/2012 09:04:14
Lamento a morte de Denise Abraham, fomos colega de trabalho na TV Morena, uma pessoa mto simpatica e competente. Meus sentimentos a familia!.
 
Norma Silles em 12/06/2012 09:00:20
Tive a honra de trabalhar com a Denise na TV Campo Grande. Uma excelente profissional. Sem dúvida o jornalismo brasileiro fica mais pobre com a morte desta jornalista que marcou a história não só pela entrevista com o Brizola, muito bem lembrada pelo Elias, mas por tantas outras coisas que realizou. Que o bom Deus a receba. Meus sinceros pêsames à família.
 
Luiz Fernando Fernandes em 12/06/2012 08:55:15
Muito competente, Denise teve seu momento de projeção nacional quando entrevistou Leonel Brizola sobre sua fuga, vestido de mulher, para o Uruguai. Aquela entrevista sepultou a carreira política do ex-governador gaucho e carioca.
 
elias vieira em 12/06/2012 08:30:05
era uma exelente jornalista que deus de um bom lugar para ela ;
 
gilberto ferreira de lima em 12/06/2012 08:05:43
A profissional Denise Abraham deixa um legado de jornalistas que passaram pela "escola" TV Campo Grande.// Antônio Nobrega, Glaura, Jean, Rodrigo, Ademar Cardoso, Jandir Martins, Neyla Godoy, Roberta, eu e entre outros, sem esquecer os pauteiros, que por muito tempo passaram pela emissora. Ela, mesmo sabendo dos problemas causados pelo tabaco, nunca se deixou influenciar pelos conselhos.
 
Cláudio Severo em 12/06/2012 05:25:18
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions