ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, SEGUNDA  24    CAMPO GRANDE 26º

Capital

Após pane em registro de B.Os, delegacia reabre

Por meio de nota, Sejusp informou que o Sigo já está funcionando normalmente e está mais veloz

Por Viviane Oliveira e Bruna Marques | 08/05/2024 09:38
Iana (de blusa rosa) com as duas filhas pequenas aguardando para registrar boletim de ocorrência (Foto: Bruna Marques)
Iana (de blusa rosa) com as duas filhas pequenas aguardando para registrar boletim de ocorrência (Foto: Bruna Marques)

A Depac (Delegacia de Pronto Atendimento) do Centro, localizada na Rua Padre João Crippa, voltou a funcionar nesta quarta-feira (8) após ter fechado as portas na tarde de ontem (7) em razão da instabilidade do Sigo (Sistema Integrado de Gestão Operacional), sistema usado pelas forças de segurança e que registra os Boletins de Ocorrência.

Nesta manhã, 13 pessoas aguardavam na recepção enquanto uma era atendida. Indagado, o policial disse que hoje está melhor, se comparado com ontem, quando os flagrantes foram digitados no Word e depois repassados para o sistema. “Já os boletins de ocorrência que dava para esperar, a gente orientava a pessoa a voltar depois”, explicou.

Moradora do Jardim Noroeste, a atendente Iana Jéssica, de 28 anos, contou que tenta registrar boletim de ocorrência desde o último dia 24 de abril. Ela disse que caiu no golpe do SMS do Bolsa Família, o estelionatário conseguiu entrar na conta do Caixa Tem e sacar R$ 900, valor que Iana recebe de benefício do Governo Federal e que ajuda com as despesas das filhas pequenas.

Para tentar reaver o valor novamente, Iana precisa fazer o registro na delegacia. “Eu vim e eles falaram que o sistema estava oscilando, mandavam voltar à noite ou no outro dia. Tentei fazer pelo site também, mas não consegui porque tinha que vir pessoalmente”, disse. Ela era uma das pessoas que aguardavam nesta manhã para o registro da ocorrência.

Também na Depac Centro, o corretor de imóveis Bruno Correia, de 37 anos, aguardava para ser atendido. “Pelo andar da carruagem, está caminhando, parece que vai dar certo”. Ele havia tentado registrar ocorrência na segunda e terça-feira, mas também não tinha conseguido. “Preciso registrar o furto de celular com invasão de conta. Perdi R$ 930”, afirmou.

Na 6ª Delegacia de Polícia Civil, no Jardim Tijuca, o aposentado José da Silva Ferreira, estava prestes a ser atendido. “Falaram que o sistema ainda está lento, mas estão conseguindo registrar. Meu cartão foi clonado, compraram R$ 4.899. O banco foi informado, mas como praxe precisa do boletim de ocorrência para fazer o estorno”, destacou.

Por nota, a Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública) informou que o Sigo passou, nas últimas semanas, por melhorias e implantação de novos servidores. Nesta terça-feira (7), o sistema apresentou uma pane, sendo que a equipe técnica agiu rapidamente e a falha foi solucionada ontem mesmo, com o objetivo de evitar prejuízos para a população.

"Porém, durante as falhas registradas, os atendimentos urgentes continuaram sendo feitos normalmente nas delegacias da Polícia Civil, os boletins on-line continuaram sendo feitos normalmente pela internet pelo cidadão, bem como todos os chamados sendo atendidos normalmente pela PM via número 190."

Ainda de acordo com a nota, nesta quarta-feira (8), o Sigo está funcionando normalmente e está mais veloz e com novas funcionalidades, para aprimorar e agilizar o atendimento a população.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias