A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 21 de Setembro de 2017

11/09/2017 14:30

Juiz decreta prisão de motorista responsável por acidente que matou casal

Motorista estava bêbado e tentou fazer ultrapassagem em local proibido

Luana Rodrigues
Bombeiros fazem resgate de vítimas no veículo onde morreram duas pessoas. (Foto: Izabela Sanchez)Bombeiros fazem resgate de vítimas no veículo onde morreram duas pessoas. (Foto: Izabela Sanchez)

O motorista Matias Marques da Silva, 47 anos, responsável pelo acidente que matou um casal e deixou outras três pessoas feridas, no anel viário de Campo Grande, teve a prisão decretada pela Justiça. Ele está internado na Santa Casa desde o dia 7, quando ocorreu o acidente, e será encaminhado a um presídio assim que receber alta.

De acordo com o Tribunal de Justiça, a prisão preventiva do motorista foi decretada na sexta-feira (8), após audiência de custódia. Segundo a assessoria de imprensa da Santa Casa, ele continua internado na enfermaria do hospital, pois se recupera de uma laparotomia - abertura cirúrgica da cavidade abdominal, feita para verificar se há hemorragia.

Conforme o hospital, o motorista está consciente e orientado, se recupera bem e deve receber alta nos próximos dias.

Embriaguez - Conforme divulgou a PRF (Polícia Rodoviária Federal), Matias dirigia sob efeito de 0,61 miligramas de álcool por litro de ar expelido dos pulmões, quando causou o acidente que levou a morte Cleberson Alves Ferreira, 33 anos, e Eliane dos Santos Gimenez, 39. 

Os dois estavam num Chevrolet Corsa Wind, e bateram de frente com o Fiat Strada, que Matias dirigia.

No carro do casal também estavam Gislayne Santos Gimenez, 44 anos, e as filhas de Cleberson e Elaine, de 12 e 17 anos. As três estão feridas e internadas na Santa Casa. Gislayne teve traumatismo craniano e está em coma.

Matias e Eva Belas Colman, 41, esposa dele, também ficaram machucados e ainda precisam receber cuidados.

Ainda conforme registrou a PRF, além de dirigir alcoolizado, o condutor do Fiat Strada teria invadido a pista contrária ao tentar fazer ultrapassagem em local proibido.

Matias da Silva vai responder por homicídio culposo, quando não há intenção de matar, lesão corporal culposa, e embriaguez ao volante, conforme o registro da Polícia Civil. Ele está internado sob escolta.




Não sei qual é a lógica de um indiciamento em inquérito policial.
Porque em alguns casos de acidente por embriagues com morte,alguns motoristas são indiciados por homicídio doloso e outros por culposo.
Qual é o parâmetro para isso.
Um motorista completamente embriagado invade a pista contraria numa ultrapassagem em local proibido,mata duas pessoas na hora,deixa 4 feridos e responde por homicídio culposo.
Ai vc dirige de forma correta,sem beber,sem abusar da velocidade,respeitando as leis de transito, e acaba sendo vitima de um acidente ocasional onde alguem pode vir óbito e vc também responde por homicídio culposo.
 
Paulo em 11/09/2017 15:50:25
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions