A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

14/01/2014 21:15

Juiz decreta prisão preventiva de acusado de matar ex a pedradas

Vinícius Squinelo

O juiz titular da 1ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande, Carlos Alberto Garcete, decretou a prisão preventiva de Anderson César Firmino, 24 anos, acusado de matar a ex-companheira Laida Andréia Samulha Romualdo, 35, a pedradas no dia 28 de dezembro de 2012.

Para o juiz, a decretação da prisão preventiva do acusado é necessária para garantir a ordem pública, a instrução criminal, assim como assegurar a aplicação da lei penal. De acordo com o magistrado, os indícios de autoria do crime recaem sobre o acusado, conforme declaração dada por testemunhas.

Dentro os critérios analisados para decretar a prisão, o juiz observou que o réu possui diversas passagens policiais e responde a outras ações penais, tais como porte de arma de fogo, homicídio, roubo e desacato.

Além disso, decisão da 2ª Vara de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher já havia determinado medida protetiva em favor da vítima, na qual o acusado deveria se afastar do lar e não manter contato com a ex-companheira e seus familiares, inclusive há ação penal em andamento pelo crime de ameaça, destacou o juiz.

Desse modo, o magistrado decretou a prisão preventiva de Anderson, uma vez demonstrada a periculosidade do réu e a probabilidade de reiteração criminosa.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions